Eto’o reclama de racismo. E é afastado de time turco

Atual jogador do Antalyaspor, que já defendeu Barcelona e Inter de Milão, escreveu em rede social que não é respeitado por ser negro

O atacante camaronês Samuel Eto’o foi suspenso do Antalyaspor, da Turquia, depois de publicar em seu perfil no Instagram que teria sido vítima de racismo dentro do clube. Na postagem, o jogador de 35 anos – que já defendeu Barcelona, Inter de Milão e Chelsea – colocou uma imagem com vários de seus títulos na carreira e escreveu: “Talvez algumas pessoas não me respeitem por ser negro, mas não vou me rebaixar. Estou nesse jogo desde os 18 anos de idade”. Eto’o não deu detalhes de como teria ocorrido o preconceito.

Eto’o ironiza boatos sobre idade: ‘Faço gol mesmo com 37’
Eto’o marca três gols no clássico ‘Come-Fogo’ em Ribeirão Preto

A postagem, de acordo com a imprensa turca, teria como alvo o presidente Ali Safak Ozturk, que criticou o atleta em suas últimas atuações ao dizer que “nenhum jogador está acima dos interesses do clube. Cada um precisa estar consciente de sua posição”. Em outro texto, Eto’o disse na rede social que suas palavras não foram dirigidas ao presidente.

(Com AFP)

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s