Espanhola que perdeu olho morreu de causas naturais

Informação foi confirmada por autoridades que acompanharam a autópsia

Maria de Villota, de 33 anos, foi encontrada morta em um quarto de hotel em Sevilha

Maria de Villota, de 33 anos, foi encontrada morta em um quarto de hotel em Sevilha (VEJA)

Encontrada morta na manhã desta sexta-feira em um quarto de hotel em Sevilha, a espanhola Maria de Villota morreu de causas naturais, segundo autoridades que acompanharam a autópsia. Aos 33 anos, a ex-piloto ainda recebeu tentativas de ser reanimada, mas não resistiu e faleceu.

Leia também:

Espanhola que perdeu olho em batida é encontrada morta

Piloto espanhola da Marussia recebe alta depois de 23 dias

Piloto da Marussia diz que lembra dos detalhes de acidente

Espanhola bate Fórmula 1 em caminhão; estado é grave

Maria de Villota sofreu um grave acidente durante um teste em linha reta com o carro da Marussia, no aeroporto de Duxford, na Inglaterra, no ano passado. A espanhola perdeu o controle do carro e se chocou com um trailer. Ela sofreu uma perfuração no crânio e teve de enfrentar diversas cirurgias. De acordo com o jornal espanhol Marca, a assistente pessoal da piloto chamou os serviços de emergência ao encontrá-la desacordada pela manhã no quarto onde estava hospedada em Sevilha – local onde ela daria uma palestra nesta sexta.

(Com agência Gazeta Press)

Rubens Barrichelo no GP de San Marino, em 1994

Niki Lauda no GP da Alemanha, 1976

Christian Fittipaldi no GP da Itália, 1993

Mark Webber no GP da Europa, 2010

Jacques Villeneuve e Ralf Schumacher na Austrália, 2001

Robert Kubica no GP do Canadá, 2007

Jacques Villeneuve e Ricardo Zonta no GP da Bélgica, 1999

Luciano Burti e Eddie Irvine no GP da Bélgica, 2001

Mark Webber e Fernando Alonso no GP do Brasil, 2003

Nelson Piquet nas 500 Milhas de Indianápolis, 1992

Nelson Piquet no GP de San Marino, 1987

Gerhard Berger no GP de San Marino, 1989

Ayrton Senna no GP do México, 1991

Alessandro Zanardi no GP da Alemanha da Indy, 2001

Ralf Schumacher e Barrichello no GP da Austrália, 2002