Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Espanha x Itália: igualdade absoluta no retrospecto histórico

Favoritismo da Fúria para a partida desta quinta-feira pela Copa das Confederações, em Fortaleza, não se traduz nos números do confronto

Memória das Copas

Campeã mundial e bicampeã europeia, invicta em jogos oficiais há cerca de três anos, a Espanha chega para a semifinal da Copa das Confederações contra a Itália – hoje, às 16 horas (de Brasília) – com um favoritismo incontestável. Essa enorme vantagem técnica, porém, não se traduz no retrospecto histórico do confronto, que não poderia ser mais equilibrado. Nos 27 jogos disputados pelos times A da Fúria e da Azzurra até aqui, há uma igualdade absoluta nos números: oito vitórias para cada lado e onze empates, com o mesmo número de gols anotados por cada equipe, 30. Se ainda está fresco na memória de todos o baile aplicado pela seleção espanhola na grande final da Eurocopa de 2012, 4 a 0 em Kiev, os italianos tratam de lembrar que, na primeira fase da competição, houve um empate em 1 a 1 – e, no antepenúltimo duelo, um amistoso disputado em 2011 em Bari, a Itália venceu por 2 a 1. De fato, goleadas como a do ano passado são acidente de percurso no duelo – a última havia acontecido em 1942, em Milão, quando o time da casa bateu o rival pelos mesmos 4 a 0. Os italianos, claro, querem a vingança – mas nem precisa ser por goleada, algo que, diante da força de Xavi, Iniesta e companhia limitada, nem os torcedores mais otimistas consideram. Uma vitória nos pênaltis já estaria de ótimo tamanho.

Leia também:

Blindada pela imprensa, Espanha pega Itália em Fortaleza

Para italianos, a Espanha é favorita – mas não é imbatível

Para Felipão, vencer no sufoco ‘foi ótimo para amadurecer’