Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em má fase, Barcos reforça treino de finalizações

Por Daniel Akstein Batista

São Paulo – Vivendo uma má fase, sem marcar tantos gols como fazia quando chegou ao Palmeiras no começo do ano, o atacante argentino Barcos resolveu reforçar o treinamento de finalizações. Na tarde desta quinta-feira, mesmo tendo jogado na noite anterior contra o Paraná, ele foi para o campo da Academia e ficou trabalhando sozinho, com chutes e cabeceios a gol.

Barcos conseguiu sucesso rápido com a torcida palmeirense, graças aos gols que fez nos primeiros jogos pelo clube. Mas a boa fase acabou. Nas últimas 11 partidas, ele marcou apenas duas vezes – a última foi no dia 8 de abril, durante a derrota para o Guarani, por 3 a 1, em Campinas, ainda pela fase de classificação do Campeonato Paulista.

Na noite de quarta-feira, Barcos passou novamente em branco durante a goleada sobre o Paraná, por 4 a 0, na Arena Barueri, que classificou o Palmeiras para as quartas de final da Copa do Brasil. Ele foi, inclusive, substituído por Felipão ainda no intervalo, depois de ter perdido pelo menos uma boa chance de gol na etapa inicial da partida.

Diante disso, Barcos parece que resolveu apostar no treinamento para sair da má fase. Nesta quinta-feira, ele ficou cerca de 30 minutos treinando finalizações sozinho, apenas com auxílio de membros da comissão técnica do Palmeiras. Assim, o atacante argentino espera voltar a marcar os gols que o tornaram ídolo palmeirense em tão pouco tempo.

Enquanto Barcos vem sofrendo com a falta de gols, Mazinho vive fase oposta. Recém-contratado pelo Palmeiras, o meia-atacante disputou apenas dois jogos, ambos como titular, e já marcou duas vezes. “Estou tendo oportunidade para mostrar meu futebol”, comemorou o jogador, que foi destaque na goleada sobre o Paraná, com dois gols e uma assistência.