Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em jogo de velhos conhecidos, Rússia encara Grécia precisando do empate

Redação Central, 15 jun (EFE).- A Rússia enfrenta a Grécia neste sábado, às 15h45 (horário de Brasília) no Estádio Nacional de Varsóvia, precisando apenas de um empate para conseguir a classificação para as quartas de final da Eurocopa, já que é a líder do grupo A da competição, com quatro pontos ganhos.

O duelo remonta o encontro que as duas seleções tiveram na primeira fase da Euro 2004, em Portugal, quando os russos bateram gregos, campeões da competição, por 2 a 1.

Entretanto, o técnico da seleção russa, o holandês Dick Advocaat, descartou a possibilidade de sua equipe jogar por um empate contra os gregos. ‘Seria um grave erro. É preciso pensar em vencer’, disse Advocaat em entrevista publicada nesta sexta0feura pelo ‘Sport Express’, o principal jornal esportivo russo.

O treinador declarou que o importante é conseguir a vaga nas quartas e não terminar como líder de seu grupo. ‘Não esperamos surpresas da Grécia, apesar de saber que eles são uma equipe firme, organizada e boa individualmente’, afirmou Dick Advocaat.

A Rússia viveu momentos distintos na competição: Em uma grande atuação, goleou a República Tcheca na estreia por 4 a 1, e logo depois empatou com a Polônia em 1 a 1, freando os ânimos de seus torcedores.

Quem sofre com as críticas do povo russo é o atacante Aleksandr Kerzhakov, que perdeu gols incríveis nos dois primeiros jogos da equipe. Torcedores e imprensa tem pedido Roman Pavlyuchenko no time. O reserva entrou bem contra os tchecos e muitos afirmam não entender a decisão de Advocaat.

O técnico da Grécia, o português Fernando Santos, deve fazer mudanças em seu time e afirma que seus jogadores irão precisar de ‘personalidade, caráter e concentração’ para tentar a heróica classificação diante dos russos, que devem contar com o apoio de até 20 mil torcedores.

Os gregos querem evitar os gols sofridos no início de jogo, fato que ocorreu contra a Polônia e República Tcheca. Na segunda partida a situação foi ainda mais complicada, depois que os campeões de 2004 levaram dois tentos em apenas seis minutos.

A equipe grega deseja conseguir ‘um milagre’ para tentar repetir a conquista da Eurocopa de 2004, quando surpreendeu os favoritos com sua famosa retranca. O curioso é que naquela Euro, os russos foram os únicos a derrotarem a Grécia durante a competição.

A seleção grega deve ter os desfalques de seu goleiro titular, Kostas Chalkias, e do zagueiro Papadopoulos, que se machucaram após o duelo contra os tchecos.

Para os gregos, os últimos dias foram de muito estudo, para surpreender o líder da chave. ‘Analisamos os dois jogos da Rússia e vimos que no segundo não foram tão bem como no primeiro, por isso acho que nossas oportunidades de seguir na competição são enormes’, afirmou o atacante grego Fortounis.

Prováveis escalações:.

Grécia: Sifakis; Torossidis, Papastathopoulos, Katsuranis e Holebas; Fotakis, Maniatis e Karagounis; Salpingidis, Samaras e Gekas. Técnico: Fernando Santos.

Rússia: Malafeev; Anyukov, Ignashevich, Berezutsky e Zhirkov; Shirokov, Denisov e Ziryanov; Dzagoev, Arshavin e Kerzhakov. Técnico: Dick Advocaat.

Arbitragem: Jonas Eriksson (Suécia), auxiliado por seus compatriotas Stefan Wittberg e Mathias Klasenius.

Estádio: Nacional de Varsóvia, em Varsóvia (Polônia). EFE