Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em crise no Barcelona, Messi começa a seguir o Chelsea no Instagram

Craque argentino dá sinais de que pode deixar o clube espanhol em breve

Um furacão midiático atingiu o Barcelona nos últimos dois dias e teve, como sempre, Lionel Messi como seu principal protagonista. Depois de ficar no banco de reservas na derrota por 1 a 0 para a Real Sociedad no domingo, o craque argentino faltou em um treino festivo do Barcelona na segunda-feira ao alegar uma gastroenterite. Os jornais espanhóis não demoraram a especular sobre uma suposta represália de Messi ao técnico Luis Enrique, com quem, segundo as publicações, cortou relações. Ainda na segunda-feira, o diretor de futebol do clube, Andoni Zubizarreta foi demitido e o ex-capitão Carles Puyol renunciou a um cargo na diretoria, escancarando a crise na equipe catalã. O último e mais insólito capítulo desta novela foi a decisão de Messi de começar a seguir o Chelsea, justamente a equipe que parece mais interessada em tirá-lo do Barça, no Instagram.

Leia também:

Crise no Barcelona? Messi não treina e diretor é demitido

Com Neymar assediado e Messi ausente, Barça abre treino

Neymar e Messi começam no banco. E o Barça perde

Luis Enrique é o novo técnico do Barcelona

Luis Enrique é o novo técnico do Barcelona (VEJA)

Messi passou a seguir o perfil do clube londrino na rede social durante a tarde de segunda-feira, o que assustou ainda mais a torcida do Barcelona. Curiosamente, esta não é a primeira equipe que o argentino acompanha no Instagram. Além do próprio Barça e do argentino Newell’s Old Boys, seu clube do coração, Messi segue também o perfil do Manchester City, outro clube inglês que já lhe fez propostas tentadoras no passado. A crise no Barcelona estampa a capa dos principais diários esportivos da Europa. Quase todos noticiam que a relação entre Messi e Luis Enrique é cada dia pior e teria sido o estopim de toda esta confusão.

Nesta terça-feira, o diário Sport informou que os três capitães do Barcelona, Xavi Hernandez, Andrés Iniesta e Sergio Busquets, irão conversar pessoalmente com Messi antes dos treinos para tentar resolver a questão. Os colegas pretendem ouvir a versão de Messi sobre os últimos acontecimentos e convencê-lo a selar as pazes com Luis Enrique. Durante seus dez anos como profissional no Barcelona, Messi se envolveu em diversos desentendimentos com treinadores, incluindo Frank Rijkaard e Pep Guardiola.