Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em contagem regressiva, Liedson tem sido o primeiro a deixar treino

Quarenta e seis dias mais. Esse é o tempo que resta de contrato para Liedson no Corinthians. Cada vez menos aproveitado no time e em contagem regressiva para procurar outro clube, o atacante tem sido o primeiro a sair de campo no final dos treinos no CT Joaquim Grava, algo que não ocorria antigamente.

Foi assim nesta sexta-feira e na segunda, véspera da viagem para Santos, onde o time enfrentou a equipe de Muricy Ramalho pela semifinal da Copa Libertadores – esse foi o segundo jogo consecutivo em que ele nem sequer foi relacionado, tendo ficado de fora já do duelo com o Grêmio, em Porto Alegre.

Ainda que dentro de campo demonstre vontade, o camisa 9 claramente está chateado. Não só com a falta de oportunidade, mas consigo próprio, por não conseguir repetir rendimento do ano passado, quando fez 23 gols. Em 2012, foram apenas três em jogos oficiais, sendo o último em 18 de abril, na goleada sobre o Deportivo Táchira, pela fase de grupos da Libertadores.

No empate com o Figueirense, há duas semanas, ele teve o nome gritado pela torcida e entrou em campo na etapa final, mas não saiu satisfeito. ‘Estou sempre procurando melhorar. Se não der para ser no Corinthians, procuro outro’, avisou, na ocasião.

Coincidentemente foi após o recado que ele deixou de ser opção e parou até de ser relacionado pelo técnico Tite, que sempre manifestou desejo de que a diretoria renove seu vínculo.

Segundo seus representantes, não há indisposição com o clube. Oficialmente, está agendada para após a disputa da Libertadores uma conversa definitiva entre as partes para resolver a situação. Enquanto isso, o atacante segue cumprindo à risca o horário das atividades.