Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em Campinas, Guarani e Boa ficam no empate sem gols

Por AE

Campinas – Ainda não foi desta vez que Guarani e Boa venceram no Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo fazendo um jogo movimentando e ofensivo, os dois times não foram além do empate sem gols, nesta sexta-feira, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela segunda rodada. Ambos têm dois pontos e ocupam posições intermediárias na tabela de classificação. O Boa é o nono e o Guarani, o 11.º colocado.

Os dois times tinham empatado na rodada de abertura. O Guarani tinha ficado no 1 a 1 com o Paraná, em Curitiba, enquanto que o Boa empatou por 2 a 2 com o Avaí, em Varginha (MG).

O primeiro tempo foi bastante movimentado. O Guarani começou buscando o ataque, mas acabou surpreendido pela disposição do visitante, que também buscou o ataque e criou boas chances de gols. Os dois times só foram para os vestiários no 0 a 0 porque os goleiros – Juliano, do Guarani, e Max, do Boa – fizeram grandes defesas.

Na segunda etapa, o Boa voltou melhor. Para tanto, novamente surpreendeu com uma marcação mais à frente, na saída de bola do Guarani. Aos 18 minutos, aconteceu a melhor chance de gol do time mineiro. Após a saída errada de Juliano, a bola sobrou limpa para Gabriel Deivis. Ele bateu de direita e acertou o pé da trave bugrina. A melhor chance do time da casa aconteceu aos 35, em uma cabeçada à queima roupa de André Leone, defendida por Max.

A terceira rodada será toda disputada na próxima terça-feira. O Guarani vai enfrentar o Joinville, em Santa Catarina, a partir das 19h30. O Boa vai receber o Atlético Paranaense, às 21h50, em Varginha (MG).

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 x 0 BOA

GUARANI – Juliano; Bruno Peres (Clebinho), Rodrigo Arroz, André Leone e Bruno Peres; Jackson (Rafael Araújo), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Medina; Fabinho e Ronaldo (Emílio). Técnico: Osvaldo Alvarez (Vadão).

BOA – Max; Neílson (Maicon), Gabriel, Welton Felipe e Radar; Claudinei, Radamés, Gabriel Deives (Yuri) e Jajá (Francismar); Marcelo Macedo e Vander. Técnico: Sidney Moraes.

CARTÕES AMARELOS – Fábio Bahia (Guarani); Neílson, Welton Felipe e Vanger (Boa).

ÁRBITRO – Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO).

RENDA – R$ 45.840,00.

PÚBLICO – 2.265 pagantes.

LOCAL – Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).