Em busca de lateral direito, São Paulo ainda não tem elenco definido

O treino de finalizações do São Paulo teve um desfalque do lado direito na chuvosa manhã desta terça-feira, no Centro de Formação de Atletas em Cotia. Enquanto Cortês e Juan cruzavam bolas da esquerda, apenas Piris corria para fazer isso do outro lado. Sem Jean, que foi vendido para o Fluminense, o Tricolor paulista tem apenas uma opção para a ala.

O técnico Emerson Leão entende que os garotos Danilo, do chamado time ‘Super-20′, e Lucas Farias, que ainda disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior, não são suficientes para preencher a lacuna. Por isso, a contratação de um lateral direito já é tratada como uma das prioridades, do mesmo modo que o meio-campista armador e o atacante velocista.’Estamos pensando e definindo alguns nomes para nos tornar um time competitivo. Precisamos do mesmo nível de experiência que já temos no elenco, porque campeonato é realidade, experiência você faz em treinamento. Para jogar no nível São Paulo tem que ser superior’, pontuou o técnico na primeira coletiva realizada em 2012.

A necessidade, entretanto, pode fazer Leão improvisar, do mesmo jeito que aconteceu com Jean nas últimas temporadas. Piris é lateral direito titular da seleção paraguaia que disputa as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 e desfalcará o São Paulo em uma significativa quantidade de partidas: ‘Eu espero que não precise improvisar, mas pode acontecer de colocar um meia ou um homem de defesa naquela posição’.

A cúpula do Tricolor ainda não revela nomes para a ala, mas reconhece que o meia Jadson, do Shakhtar Donetsk-UCR está a detalhes de um acerto, o que pode se confirmar nas próximas horas. O segundo atacante ainda é uma incógnita, já que Osvaldo, ex-Ceará, também negocia com Grêmio e Cruzeiro.

Até o momento, cinco reforços foram contratados e já trabalham com o grupo em Cotia. Os zagueiros Paulo Miranda, ex-Bahia e Edson Silva, que estava no Figueirense, mesmo time de onde saiu o meio-campista Maicon. Além deles, vieram o lateral Cortês, do Botafogo, e o volante Fabrício, ex-Cruzeiro.