Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Elenco vascaíno convoca a torcida contra o Bahia

Disposto a entrar de vez na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, o Vasco sabe da importância de derrotar o Bahia nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), em São Januário, em confronto válido pela 12rodada da competição. Embalado por três vitórias consecutivas, sendo a mais recente um 2 a 1 fora de casa contra o Atlético-MG, o elenco vascaíno quer aproveitar o fato de atuar em seu campo para subir ainda mais na tabela de classificação. Por conta disso os jogadores trataram de convocar a torcida.

‘A torcida do Vasco tem sido maravilhosa com o time e sabemos que vamos precisar mais uma vez que ela compareça em peso para nos apoiar. O jogo contra o Bahia será mais um complicado nesta nossa caminhada no Campeonato Brasileiro e com certeza a força que vem da arquibancada faz toda a diferença. A nossa expectativa é a de ver São Januário mais uma vez cheio’, disse o atacante Alecsandro.

Outro a convocar os torcedores foi o meia Diego Souza. ‘No Brasileirão você conseguir tirar proveito do mando de campo é fundamental. Antes de termos derrotado o Atlético Mineiro nós pegamos um bom embalo dentro da competição justamente porque ganhamos duas partidas em São Januário, contra Internacional (2 a 0) e Atlético Paranaense (2 a 1). Isso mostra a importância que esta partida contra o Bahia terá na nossa sequência de trabalho. Conseguimos encostar no primeiro pelotão e agora não podemos deixar de permanecer por ali’, disse o jogador.

Para o zagueiro Dedé, o torcedor que for a São Januário não deve esperar um jogo tranquilo contra os baianos. ‘Vamos encontrar dificuldades contra o Bahia e justamente por isso que estamos convocando os nossos torcedores a comparecerem para apoiar a nossa equipe. Nosso adversário precisa pontuar e tem feito bons jogos, apesar de os resultados não estarem acontecendo’, disse.

‘No Campeonato Brasileiro a posição na tabela de classificação pouco importa, pois todas as partidas são decisivas. Portanto, a nossa torcida precisa apoiar neste momento, como se fosse uma decisão, já que não podemos perder pontos jogando em São Januário’, encerrou Dedé, convocado nesta última segunda-feira para integrar a seleção brasileira.

A definição da formação que vai a campo sairá apenas no treino previsto para a manhã desta quarta-feira. Isso porque, nesta terça-feira o técnico Ricardo Gomes optou por dividir o elenco. Os titulares contra o Atlético-MG, em sua maioria, ficaram em São Januário fazendo trabalho físico.

O goleiro Fernando Prass e os meias Julinho e Diego Souzam acompanharam o restante do plantel para uma atividade tática no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga, da Marinha).

Para este duelo Ricardo Gomes terá o retorno do meia Felipe, que cumpriu suspensão contra o Galo, e do apoiador Juninho Pernambucano, que foi preservado diante dos mineiros por conta do acúmulo de partidas. O atacante Kim, que era a última pendência em termos de condições de jogo, teve a sua documentação regularizada na CBF e está livre para entrar em campo, dependendo agora da comissão técnica.

Fora de campo a diretoria aposta na presença de dirigentes do Avaí no Rio de Janeiro, onde o time catarinense vai enfrentar o Botafogo nesta quarta-feira, para acertar a contratação do meia Davi, que está emprestado ao Coritiba. O clube de Santa Catarina é dono dos direitos federativos do atleta e, por uma questão contratual, o Coxa será obrigado a liberá-lo em caso de acordo.

Davi fez apenas cinco jogos com a camisa do time paranaense no Campeonato Brasileiro e por isso tem condições de defender outra equipe na elite nacional. Davi é visto como uma aposta de Ricardo Gomes, que ficou impressionado com o jogador durante as finais da Copa do Brasil. Ele faz parte da estratégia de montagem do elenco para a disputa da Copa Libertadores do próximo ano e deve fechar o ciclo de contratação do Cruz-maltino para esta temporada.