Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Elano minimiza altitude, mas quer tirar proveito em chutes de longe

Após ser poupado na vitória sobre o Mogi Mirim, no último domingo, na Vila Belmiro, entrando somente no final do segundo tempo desta partida, o meia Elano destacou que está preparado para enfrentar o Bolívar (Bolívia). Experiente, o jogador não teme os efeitos da altitude de La Paz, no confronto marcado para a noite desta quarta-feira, o primeiro entre as duas equipes nas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

‘A altitude causa alguns problemas, mas isso não pode nos desconcentrar. Não podemos pensar somente nisso. Até porque nós vamos encarar uma equipe qualificada, que fez uma grande fase de grupos da Libertadores. Temos que respeitá-los, pois eles são muito fortes jogando em casa. Vamos procurar mostrar o nosso futebol’, disse Elano.

O meia sublinhou que o Santos pode, inclusive, tirar proveito dos efeitos da altitude. Elano acredita que os chutes de longa distância ficam mais perigosos, por conta da velocidade que a bola ganha, jogando nos 3.660 metros de altitude da capital boliviana.

‘Independentemente da distância, sabemos que a bola tem uma variação muito grande e fica ruim para o goleiro defender. Por isso, quando tiver a oportunidade, com certeza, eu vou ‘soltar a perna’ para tentar surpreendê-los’, comento

Por fim, Elano também falou do momento que vive no Peixe, principalmente depois de retomar o posto de titular, em disputa com o volante Ibson. ‘Tenho trabalhado muito, demonstrando que voltei para ser titular. Estou em uma fase importante na minha vida. O tempo em que eu fiquei fora consegui me preparar muito bem, e estou me sentindo muito bem para ajudar em jogos importantes como este, contra o Bolívar’, encerrou.