Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Edições diárias para tablets e iPhones; leia a edição grátis desta terça

Já está no ar a edição desta terça-feira de VEJA PLACAR. Até 14 de julho, segunda seguinte à final, VEJA e PLACAR lançarão edições eletrônicas diárias. Sempre às 7 da manhã, grátis. Elas trarão os resultados, as histórias, os dramas e as glórias das partidas da jornada anterior e um guia completo do que acontecerá ao longo do dia que se inicia.

Leia também:

Siga no Instagram: uma seleção de fotos exclusivas em @vejanoinsta

Placar da zueira: como será o jogo entre Argentina e Suíça

Messi posa com a camisa do Corinthians no Itaquerão

Sabella faz mistério e não confirma Lavezzi no time

Na edição de hoje, o assunto é a Alemanha. Nesta segunda, a equipe de Özil eliminou a Argélia em uma emocionante partida em Porto Alegre. Texto de Maurício Barros:

Tempo frio, jogo quente

A lógica dizia que o gelado Beira-Rio receberia o confronto mais desigual das oitavas de final da Copa do Mundo. Afinal, um abismo futebolístico separa a Alemanha e a Argélia. Mas essa é a Copa do Brasil, o torneio em que o campo de jogo achata a lógica e minimiza a diferença, em que o abismo entre grandes e pequenos tem a profundidade de um espelho d’água. O que tivemos em Porto Alegre foi simplesmente o melhor jogo do Mundial até agora – equilibrado, ofensivo, leal e emocionante do primeiro ao último minuto da prorrogação.

Logo nos primeiros lances, a Argélia mostrou que estava ali para vencer. O time treinado pelo bósnio Vahid Halilhodzic começou com uma organização tática perfeita. Marcando muito no meio-campo, retomava a bola e iniciava rapidamente o contra-ataque, acionando Soudani pelo lado esquerdo. Uma espécie de “Hulk argelino”, ele ganhava todas na corrida do limitado lateral alemão Mustafi. Em mais de uma oportunidade, o goleiro Neuer teve de bancar o zagueiro e sair da grande área para afastar o perigo com os pés.

COMO FAZER O DOWNLOAD DAS REVISTAS – Para quem já é assinante de VEJA para tablets e iPhone, nada muda. Para os outros, basta baixar o aplicativo de VEJA ou acessar o IBA, a banca digital da Editora Abril.