Dunga ainda não definiu goleiro para o clássico contra a Argentina

Alisson, Jefferson e Cássio brigam pela posição nos últimos treinamentos antes da partida de quinta-feira, em Buenos Aires

A seleção brasileira se prepara para o clássico contra a Argentina, quinta-feira, em Buenos Aires, pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, ainda sem o seu goleiro titular definido. Barrado pelo técnico Dunga no último jogo, contra a Venezuela, Jefferson, do Botafogo, corre o risco de ficar no banco mais uma vez e Alisson, do Inter, pode ser mantido. Lembrado pelo técnico pela primeira vez, Cássio, do Corinthians, desponta como provável surpresa para a partida no Monumental de Núñez, marcada para as 22h (de Brasília).

Leia também:

Seleção treina no CT do Corinthians de olho na Argentina

Dunga aprova ‘base’ do Corinthians e não define goleiro titular

Dunga dá nota 8.5 para seleção em Fortaleza e já pensa na Argentina

Dunga não deu pistas de quem será o titular no primeiro treino realizado na tarde de segunda-feira no CT do Corinthians. Primeiro, o preparador de goleiros Taffarel trabalhou chutes de curta e média distância com os três concorrentes. Depois, o treinador separou dois times com cinco jogadores de linha sem definição de titulares e reservas. Cássio ficou no gol de um lado e Jefferson do outro. No final, Alisson entrou no lugar do botafoguense.

Em pouco mais de um ano no cargo, Dunga já convocou sete goleiros diferentes: Jefferson, Alisson, Cássio, Diego Alves, Marcelo Grohe, Neto e Rafael. Dos 17 jogos que a seleção disputou sob o comando do treinador, Jefferson foi titular em 13. Dunga, no entanto, não aprovou a atuação do goleiro na partida contra o Chile, na primeira rodada das Eliminatórias e, então, escalou Alisson para começar jogando contra a Venezuela. O treinador justificou a escolha na época alegando que o goleiro do Internacional é melhor nas jogadas pelo alto, “uma das principais características da seleção venezuelana”.

A definição do goleiro titular da seleção para a partida contra a Argentina deve sair no treino desta terça-feira. Às 17 horas, a equipe volta a trabalhar no CT do Corinthians. O último treino antes do jogo será na quarta-feira pela manhã no Itaquerão.

(com Estadão Conteúdo)