Diego marca em goleada do Atlético de Madri, que assume a ponta do grupo I

Redação Central, 3 nov (EFE).- O Atlético de Madri recebeu a Udinese no estádio Vicente Calderón nesta quinta-feira e conquistou uma importante vitória por 4 a 0, com um gol do meia brasileiro Diego, assumindo a liderança do grupo I da Liga Europa.

A equipe madrilenha chegou a sete pontos, mesmo número dos italianos, mas leva a melhor no primeiro critério de desempate, que é o confronto direto. Na partida de ida, há duas semanas, o time de Udine tinha vencido por 2 a 0.

Diante de um adversário que optou por poupar vários titulares, entre eles o artilheiro Di Natale, o Atlético foi para o ataque desde o começo a abriu 2 a 0 já aos 12 minutos do primeiro tempo, com dois gols de Adrián López.

O terceiro gol, marcado aos 37 da etapa inicial, foi uma pintura. A bola foi de pé em pé até chegar para Falcao García dentro da área. Sem ser fominha, o colombiano tirou o marcador e rolou para Diego, que teve apenas o trabalho de completar para a rede.

Falcao, artilheiro da última edição da Liga Europa, ainda pelo Porto, deixou o dele e fechou o placar, aos 22 minutos do segundo tempo.

No outro jogo do grupo, o Celtic mostrou que segue na briga pela classificação ao derrotar o Rennes por 3 a 1, em Glasgow. Os donos da casa atingiram os cinco pontos, enquanto os franceses se aproximaram da eliminação ao se manterem com dois.

O Twente e o Anderlecht se juntaram a Sporting e PSV Eindhoven na lista de times já garantidos na fase de 16 avos de final. A equipe holandesa avançou ao ganhar do Odense por 3 a 2, em casa, e chegar a dez pontos no grupo K.

Faltando duas rodadas, o time de Enschede não pode mais ser alcançada pelos dinamarqueses e pelo Wisla Cracóvia, que têm três pontos cada. O segundo colocado da chave é o Fulham, que recebeu no Craven Cottage o Wisla e levou a melhor com facilidade, 4 a 1. O grande nome do confronto foi Andrew Johnson, autor de dois gols.

O Anderlecht, por sua vez, bateu o Sturm Graz por 3 a 0 em Bruxelas e é o único time a manter os 100% de aproveitamento na Liga Europa, se mantendo na ponta do grupo L, com 12 pontos, contra três dos austríacos, que ocupam o terceiro lugar. A vice-liderança é do Lokomotiv Moscou, que contou com um gol do brasileiro Maicon, ex-Fluminense, para fazer 3 a 1 na visita ao AEK Atenas e chegar a nove pontos.

No grupo G, o Metalist está na frente, com dez pontos, e precisa de apenas um ponto para se garantir no mata-mata. Nesta quinta, a equipe ucraniana recebeu o Malmoe e venceu por 3 a 1, com dois gols do atacante Taison, ex-Internacional, e um do lateral Fininho, ex-Corinthians. Os suecos não pontuaram e já estão eliminados.

No outro duelo da chave, o AZ Alkmaar conseguiu um empate em 2 a 2 fora de casa com o Austria Viena e se manteve com um ponto de vantagem sobre o adversário (6 a 5).

O grupo H é o mais embolado de toda a competição, com três equipes com sete pontos cada uma. O único praticamente fora da disputa é o Maribor, foi goleado por 5 a 1 pelo Braga, em Portugal, e tem apenas um ponto.

Os portugueses estão em terceiro na chave, com a mesma pontuação de Birmingham e Club Brugge, que empataram em 2 a 2 no estádio St Andrew’s, na Inglaterra.

Já o grupo J também está equilibrado, e o Schalke 04 perdeu a chance de abrir uma vantagem maior ao empatar sem gols em casa com o AEK Larnaca. Mesmo assim, a equipe de Gelsenkirchen lidera a chave, com oito pontos, enquanto os cipriotas seguram a lanterna, com dois.

O segundo lugar ainda é do Maccabi Haifa, com seis pontos, mas o time de Israel viu sua posição ser ameaçada com a derrota por 4 a 2 para o Steua Bucareste, fora de casa. Com o triunfo, os romenos chegaram aos seis pontos. EFE