Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desfalcado por seleções, Leão pede a contratação de ‘homens-chave’

Já sem os machucados Rogério Ceni, Wellington, Fabrício e Cañete, Emerson Leão também não poderá contar no início do Campeonato Brasileiro com Casemiro e Lucas, convocados para Seleção Brasileira, e Ademilson e Henrique Miranda, chamados para a Seleção sub-20. E reitera o pedido por reforços que podem até ser titulares.

‘Precisamos correr atrás de homens-chave que estamos perdendo temporariamente’, indicou o treinador que nas últimas semanas tem repetido em suas entrevistas coletivas a necessidade de contratações por um elenco mais completo para disputar o Brasileiro, as fases finais da Copa do Brasil e a Copa Sul-americana com condições de ser campeão.

Lucas e Casemiro se apresentaram a Mano Menezes no dia seguinte ao segundo jogo contra o Goiás e ficarão à disposição da Seleção para os amistosos contra a Dinamarca, em 26 de maio, na Alemanha, e nos confrontos nos Estados Unidos contra o time local, em 30 de maio, o México, em 3 de junho, e a Argentina, em 9 de junho.

Os dois titulares certamente não poderão defender o Tricolor contra Bahia e Internacional, pelo Brasileiro, e só devem atuar contra o Santos, em 10 de junho, caso a diretoria se esforce para apressar seus retornos e eles voltarem no dia do clássico. Ambos, entretanto, estarão liberados se a equipe chegar às semifinais da Copa do Brasil, previstas para 13 e 20 de junho.

Já Ademilson e Henrique Miranda se juntarão ao grupo de Ney Franco na manhã de segunda-feira para participar no Torneio Internacional 8 Nações, na África do Sul, até 3 de junho. Ambos são reservas, mas Leão lembra que eles, assim como Rodrigo Caio e Luiz Eduardo, devem ser chamados novamente para a Seleção sub-20, limitando suas opções.

‘Quando você tem alguns jogadores convocados para a Seleção, é óbvio que farão falta. Se têm poucos substitutos e pertencem a um grupo mais seleto de capacidade, fazem mais falta ainda. Ficamos em um desconforto muito grande. Vamos ver se conseguimos uma reposição de peças da forma que for possível’, comentou, preocupado também com a volta de Denilson ao Arsenal no fim deste semestre.

Leão avisa que, apesar de parecer que chegarão para compor o elenco, os reforços podem ser titulares. ‘Outro dia eu estava pensando e me dei conta que penso isso desde quando era atleta. Todo fim de ano, titulares vão embora ou são trocados e alguns reservas permanecem. Não seria mais fácil passar os titulares para a reserva e contratar outros excepcionais? O índice técnico seria elevado, é o que faz a equipe ganhar é a melhora do índice técnico’, relatou.

A intenção é chegar ao final do Brasileiro, em dezembro, brigando por título. Como o elenco iniciará a competição focado na Copa do Brasil, é importante ter boas peças visando um bom começo na liga nacional. ‘Para mim, o primeiro jogo é tão importante quando o único. Mas preciso de uma equipe montada, resguardada e direcionada para a competição. Quem não se preocupa com o início do campeonato, pode perdê-lo no início. Lá no fim, bem próximo à conquista, você lembra que poderia ser bem melhor no início’, já alertou o comandante.