Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Denúncias após clássico preocupam diretoria do Flu

Por AE

Rio – A derrota para o Flamengo ainda causa transtornos e desânimo nas Laranjeiras. A revolta com o árbitro Felipe Gomes da Silva pode trazer problemas para as rodadas derradeiras da competição. A preocupação maior é com o técnico Abel Braga, expulso de campo e que se recusou a ir para o vestiário, e o atacante Rafael Moura, que cuspiu em Renato Abreu e confrontou o juiz ao fim do jogo. O temor são possíveis punições pesadas.

“Os casos do Abel e do Rafael preocupam. Mas para fazer a avaliação da parte técnica eu preciso saber quais serão as denúncias”, comentou Mário Bittencourt, advogado do Fluminense. “Já vi a súmula, os vídeos, mas não sei em que artigos os acusados serão enquadrados. Estou confiante, mas preocupado com o teor das denúncias”.

A diretoria tricolor espera ainda que o próprio Gomes da Silva seja denunciado. O vice-presidente de futebol, Sandro Lima, adiantou que o clube enviará um ofício à CBF cobrando árbitros mais experientes em jogos do Fluminense.

Se a preocupação é para um futuro próximo, Abel tem um problema mais imediato para o confronto com o Coritiba, quinta, no Engenhão. O volante Diguinho, que já perdeu grande parte do campeonato por lesões, fraturou uma vértebra e não joga. Diogo e Valencia disputam a vaga.

Outro desfalque importante é Leandro Euzébio, que recebeu o terceiro cartão amarelo no Fla-Flu. Souza, expulso no clássico, é ausência no banco de reservas.