Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Decepcionado, Fry não espera pódio da Ferrari em Melbourne

As dificuldades enfrentadas no desenvolvimento de seu novo carro para a Fórmula 1 fazem com que a Ferrari não espere um bom desempenho de seus pilotos na abertura do Mundial. De acordo com o diretor-técnico do time, o britânico Pat Fry, o F2012 não estará no mesmo nível de competitividade que seus rivais no Grande Prêmio da Austrália, em 18 de março, e os pilotos ferraristas devem ficar fora do pódio.

‘No momento eu diria isso, mas acredito que sempre sou um pouco pessimista’, disse o britânico. ‘Estou desapontado com o nível de nosso desempenho no momento. Acho que temos muito trabalho a fazer. A mudança na posição do escapamento que fizemos nos ajudou e estamos tentando otimizar isso’, completou Fry.

O espanhol Fernando Alonso e o brasileiro Felipe Massa encontraram muitas dificuldades para conseguir ritmo consistente com o novo carro durante os treinos coletivos de pré-temporada da F-1. O F2012 deriva de um projeto totalmente novo e os integrantes do time ainda tentam descobrir suas características e trabalhar no desenvolvimento do modelo.

Neste fim de semana, a Ferrari proibiu Alonso e Massa de darem entrevistas após os testes de Barcelona. Segundo a equipe, a decisão foi tomada para que os pilotos estejam focados apenas no trabalho com o carro. No treino deste domingo, Alonso foi o segundo colocado, atrás apenas do finlandês Kimi Raikkonen.

‘Nos testes é sempre difícil saber exatamente onde você está. Historicamente sabemos com que quantidade de combustível os outros times correm, então temos uma ideia de como estão. Mas se eles mudaram o que fizeram nos últimos anos, eu poderia estar mais deprimido, mais desapontado ou menos. Não sei’, disse Fry.