Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Danilo receita gol em Santos como ‘fundamental para a classificação’

O primeiro passo da receita corintiana para ter sucesso nas semifinais da Copa Libertadores é balançar a rede do Santos na Vila Belmiro, já que o gol como visitante serve de critério de desempate no resultado acumulado.

‘Gol fora é fundamental, temos que fazer esse gol mesmo que ajuda bastante’, diz o meia Danilo, que no treino coletivo de segunda-feira trabalhou mais adiantado, como atacante, com Alex na armação. ‘Quando estivermos com a bola, vamos atacar, é nossa característica’.

A receita é óbvia, mas não tão simples, já que o Corinthians fez apenas dois gols nos últimos cinco compromissos – um na partida de volta das quartas da Libertadores, diante do Vasco, e outro no Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro.

O retrospecto recente é ainda pior se for levado em consideração só gol de atacante. A última vez em que um finalizador de ofício no Corinthians balançou a rede foi na eliminação do Paulista, frente à Ponte Preta. Na ocasião, em 22 de abril, Willian fez o segundo gol da derrota que custou a sequência na competição.’É difícil falar (se será um jogo de poucos gols). Eu creio que será um grande jogo, entre duas grandes equipes. E em jogos como esse tudo pode acontecer. Espero que possamos estar em um dia feliz’, emendou o camisa 20, já acostumado ao esquema sem centroavante.

‘Nosso time vem jogando com os homens de frente se revezando. Temos vários jogadores assim. No jogo passado, eu atuei mais recuado, com o Alex na frente. Agora eu treinei mais na frente. Temos que fazer esse rodízio porque não temos um centroavante fixo, um pivô na área. São atacantes de movimentação, que chegam de trás. Nunca joguei de centroavante, não sou aquele homem parado, mas me movimento, busco a bola’, acrescentou.

O duelo de ida com o Santos, na Vila Belmiro, está marcado para as 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira. O segundo confronto será na semana seguinte, no Pacaembu.