Dana rebate Anderson: ‘Nunca foi maltratado, bem longe disso’

Lutador de 41 anos havia reclamado de falta de respeito dos dirigentes do UFC com os principais atletas brasileiros

O presidente do UFC Dana White tem sido constantemente criticado por atletas brasileiros, especialmente José Aldo, Ronaldo Jacaré e Anderson Silva, que se sentem menosprezados pelo Ultimate. Nesta quarta-feira, o dirigente americano respondeu especialmente a Anderson e se mostrou revoltado com as acusações.

”Deixem-me falar uma coisa, provavelmente há caras que podem dizer que se sentiram maltratados pelo UFC. Anderson Silva não é um deles. Se tem um cara que está longe de ter sido maltratado é ele. Bem longe disso”, afirmou Dana White, em entrevista a Fox Sports americana.

Na semana passada, em entrevista ao portal UOL, Anderson reclamou de não ter recebido sequer um “muito obrigado” de Dana White depois de ter aceitado substituir Jon Jones, com dois dias de antecedência, na luta Daniel Cormier – foi derrotado pelo americano, por decisão da arbitragem, no UFC 200.

“Fiquei muito decepcionado com a falta de respeito que o UFC tem tratado os atletas brasileiros. Sou um atleta que levou o esporte ao outro nível. Não recebo, nem recebi, o devido respeito das pessoas. Isso me deixou muito chateado, triste e desapontado com o UFC”, desabafou o atleta de 41 anos, um dos maiores da história do MMA.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ademir Oliveira

    Este cara é um ingrato, dissimulado, ele recebeu mais de 5,1 milhões de dólares para fazer uma luta de comadres no UFC 200, se é que o UFC paga aos seus funcionários do ringue as somas divulgadas por sua organização. UFC não é um evento confiável, é puro negócio, tem seu próprio ranking, quem determina quem enfrenta quem é a TV, um show sem as amarras de federações e associações, a pouco tempo nem exame antidoping era feito. UFC, assim como Anderson Silva, não devem ser levados a sério.

    Curtir