Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cyborg se revolta com retorno de Ronda: ‘Criada pela mídia’

Brasileira não achou justo a americana disputar o cinturão contra Amanda Nunes e voltou a desafiá-la. Dana White adiantou que luta deve acontecer no futuro

A brasileira Cris Cyborg, que tantas vezes desafiou Ronda Rousey, se revoltou com a escolha do UFC de dar à estrela americana a chance de disputar o cinturão peso-galo (61 quilos) feminino com a brasileira Amanda Nunes. O retorno de Ronda acontecerá em 30 de dezembro, no UFC 207, em Las Vegas. Em suas redes sociais, Cyborg afirmou que a ex-campeã sempre foi favorecida pelo UFC.

“É ridículo Ronda obter sua primeira luta pelo cinturão depois de ser surrada pela Holly e após sua maravilhosa luta, ter tirado um ano de ferias do octógono. Só vai apoiar a história de que ela foi criada pela mídia. Mais do que qualquer lutador que já existiu, Ronda é beneficiada pela marca da empresa. Ela se beneficiou das melhores entrevistas, dos melhores patrocinadores, e das melhores promoções de luta e holofotes, mas mesmo com tudo isso, orçamento de marketing por trás dela, todo mundo já viu que ela não é a melhor”, atacou a curitibana, em postagem em inglês e português.

Veja também

“Vou aproveitar minhas férias, e parar de pensar em uma luta contra Ronda Rousey por algum tempo. O UFC sabe que eu quero lutar, Ronda sabe que eu quero lutar com ela, e o UFC sabe que os fãs querem ver essa luta. Essa luta quebraria todos os recordes PPV do UFC e como promotores eles querem colocar sobre as maiores lutas para os fãs”, afirmou Cyborg em outro trecho de seu desabafo.

Dana White – Em entrevista ao programa Speak For Yourself, da Fox Sports dos Estados Unidos, o presidente do UFC Dana White defendeu sua escolha de dar a Ronda a chance de retomar o cinturão. “Claro que ele merece. Por todo o tempo que ela foi campeã e defendeu o título contra as melhores. Ela perdeu uma luta. Ela tirou um ano de descanso, que é o que ele queria, e está de volta.”

Dana, no entanto, já adiantou que, caso Ronda vença Amanda Nunes, um duelo entre ele e  Cris Cyborg certamente acontecerá. “Cyborg é incrivelmente boa. Ela tem destruído todas as adversárias e sua popularidade está crescendo. (…) Eu prometo: se Ronda vencer, ela eventualmente lutará contra Cyborg. Ronda quer essa luta e essa será o maior pay-per-view da história.” Dana, no entanto, não garantiu que Cyborg seria a próxima adversária de Ronda. “Não sei, vamos ver o que acontece.”

Na mesma entrevista, Dana se revoltou com as acusações de Anderson Silva e garantiu que o brasileiro nunca foi maltratado pelo UFC. “Bem longe disso!”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. . UFC não existe a categoria 66kg.. para lutar é só chegar aos 61kg. simples assim. isso vc não quer né…

    Curtir