Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cuba protesta por desclassificação de Despaigne por morder o adversário

O judoca cubano Oreydi Despaigne foi desclassificado no combate das oitavas de final da categoria até 100 quilos dos Jogos Olímpicos de Londres por morder um dedo do uzbeque Ramziddin Sayidov, decisão que foi objeto de protesto dos técnicos de Cuba.

“Eu disse aos árbitros que foi o outro que levou a mão à boca, não Oreydi que mordeu. E disseram que não, que o desclassificaram pela mordida”, afirmou o técnico Justo Noda.

“Morder um rival nunca aconteceu no judô. Estou há 40 anos nisto e nunca aconteceu”, completou.

A confusa ação ocorreu a menos de 30 segundos do combate que era vencido pelo cubano por um waza-ari contra um yuko do asiático.

Sayidov tentou agarrar o quimono do cubano, mas a mão parou no rosto do cubano.

Os árbitros, depois de consultar a Comissão de Arbitragem, decretaram a desclassificação de Despaigne, de 30 anos.

“Me sinto bem, mas injustiçado. Ele colocou a mão na minha boca”, disse Despaigne.