Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CT do Atlético-GO amanhece com o muro pichado: ‘Time sem-vergonha’

A derrota para a Portuguesa no último domingo parece ter deflagrado uma crise no Atlético-GO. Após os jogadores Marino e Elias discutirem em campo e o diretor de futebol Adson Batista declarar que o futebol apresentado era digno de Série C, o muro do CT amanheceu pichado nesta terça-feira.

‘Bando de sem-vergonha’ e ‘Time de Série A com jogadores de Série C’, foram algumas das frases escritas. O zagueiro Paulo Henrique, o meia Elias, e os atacantes Marcão e William, também foram alvos de ofensas.

Foi o segundo protesto fora do estádio da torcida atleticana na temporada. Durante o Campeonato Goiano, alguns aficionados foram até o CT cobrar dos jogadores. O Dragão acabou perdendo a final da competição para o rival Goiás. Na Copa do Brasil, a equipe foi eliminada na segunda fase pela Ponte Preta.

A falta de resultados ocasionou a troca no comando técnico do time, mas, mesmo com Hélio dos Anjos no lugar de Adilson Batista, a vitória no Campeonato Brasileiro ainda não veio, após quatro rodadas. ‘A responsabilidade é de quem comanda, é minha’, garantiu o treinador.

Em 18lugar com dois pontos conquistados, o Atlético-GO volta a campo no domingo, para encarar o Coritiba, a partir de 18h30 (de Brasília) no Couto Pereira.