Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cruyff nega ter agido com racismo contra Edgar Davids

Por AE-AP

Amsterdã – Maior nome da história do futebol holandês em todos os tempos, Johan Cruyff negou nesta terça-feira que tenha feito ofensas de cunho racista ao ex-jogador Edgar Davids. Ele desmentiu uma acusação feita por um conselheiro do Ajax, que acusou o astro de ter dito que o ex-meio-campista só estaria ocupando um cargo na diretoria do clube holandês por causa da cor de sua pele.

Cruyff vinha trabalhando como assessor técnico no Ajax e agora enfrenta uma intensa disputa política interna com outros quatro membros do conselho diretivo clube depois que Louis van Gaal foi nomeado como novo diretor esportivo, na semana passada. Por não aprovar a nomeação, Cruyff disse que não irá mais trabalhar com estas pessoas do conselho e deixou o cargo nas mãos da direção.

Em sua coluna desta terça no jornal holandês De Telegraaf, Cruyff garantiu não ter cometido qualquer ato racista e esclareceu que a escolha de Davids como conselheiro do Ajax respondia ao interesse do clube de colocar em seus quadros uma pessoa que tenha a “mesma origem” de outros jovens talentos, que não sejam descendentes de holandeses, e que fazem parte do programa de formação de jogadores da equipe. A família do ex-jogador Davids, no caso, é do Suriname.

“O Ajax é um clube multicultural, mas que perde muitos jovens talentos vindos do exterior ainda durante a adolescência, e queríamos solucionar este problema trazendo alguém com a mesma origem deles, e essa pessoa era Davids”, disse Cruyff em sua coluna.

Davids, por sua vez, negou que tenha retratado Cruyff como uma pessoa racista, embora uma entrevista dada por ele recentemente para um canal de TV holandês tenha gerado esse tipo de interpretação sobre a conduta do astro holandês. “Eu nunca disse, e que enfatizar isso, que Johan Cruyff é racista”, escreveu o ex-meia por meio do seu blog.