Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Croácia já avisa: a estreia não será nada fácil para o Brasil

Técnico e capitão do time dizem que não se contentam em ser coadjuvantes da festa dos brasileiros – e acreditam em bom resultado na estreia em São Paulo

“É claro que tentaremos supreendê-los, conseguir um resultado positivo. Não desistiremos até o último minuto. E tenho certeza de que a nossa equipe poderá conseguir um resultado histórico”, disse Kovac

Se a seleção brasileira demonstrou confiança para a estreia na Copa do Mundo, sua adversária na partida de abertura, a Croácia, não ficou atrás. Numa entrevista coletiva concedida logo depois do treino de reconhecimento do gramado do Itaquerão, nesta quarta-feira, o técnico Niko Kovac e o capitão Darijo Srna fizeram questão de avisar: o jogo de quinta será duríssimo para os donos da casa, e os visitantes não se contentam em ser coadjuvantes da festa brasileira. “Não posso prometer vencer a Copa ou avançar de fase. Não posso prometer que vamos vencer o Brasil. Mas posso prometer que daremos o máximo, tudo o que temos, para que nossos torcedores na Croácia tenham orgulho da nossa equipe. Será um dia muito importante”, afirmou Srna. “Concordo que o Brasil é o favorito, mas não será fácil jogar contra a Croácia. Os brasileiros jogarão com a torcida a seu favor, mas terão um peso muito grande sobre seus ombros. Estaremos enfrentando� alguns dos melhores jogadores do mundo, mas a possibilidade de zebra é o que torna o futebol interessante. No nosso esporte, tudo é possível. Portanto, tentaremos um milagre.”

Leia também:

Felipão e Neymar chamam torcida em SP: ‘Chegou a hora’

​No último treino, Brasil ensaia faltas, pênaltis e finalizações

Felipão e Neymar mostram seu entrosamento no Itaquerão

​No Itaquerão, está tudo pronto para a festa. Ou quase tudo

Se o capitão, que deverá ser o principal encarregado de marcar Neymar (é lateral direito e ficará justamente no setor preferido do camisa 10 do Brasil na partida), fala em “milagre”, o técnico tem um discurso mais seguro e desafiador. “Será uma ocasião histórica para a Croácia. Nós temos uma geração excelente, e o Brasil também tem. É claro que tentaremos supreendê-los, conseguir um resultado positivo. Não desistiremos até o último minuto. E tenho certeza de que a nossa equipe poderá conseguir um resultado histórico.” Kovac disse ter ficado animado com o que viu no amistoso com a Sérvia, em que o Brasil venceu por 1 a 0. “Naquele jogo� vimos como podemos enfrentar o Brasil. É bem difícil jogar contra a Croácia. Não conheço muitas seleções que gostam de jogar contra nós. Mostraremos isso amanhã.” Mesmo assim, o treinador croata admite que um empate seria mais do que o bastante para deixá-lo satisfeito. “Todos sabemos quem é o grande favorito para ganhar a Copa. Vamos tentar lutar pelo segundo lugar do grupo. Mas queremos sair com algo do jogo – e tanto um como três pontos seriam resultados positivos para nós.”