Corrupção à francesa: nadador preso com maconha tenta subornar PM

William Meynard foi autuado por posse de droga, além de corrupção ativa

A Polícia Militar do Rio de Janeiro, que ganhou má fama devido a alguns episódios de corrupção e abuso de poder, sofreu uma inversão de papéis com a sempre polida França, neste final de semana. Um policial federal francês foi preso com 30 gramas de maconha na Lapa, e ofereceu propina aos agentes para não ser levado à delegacia. Mas não se trata de um agente comum: o detido é William Meynard, nadador que representa o país europeu em competições internacionais (como a Olimpíada de Londres, em 2012).

Os PMs cariocas não só se recusaram a aceitar o dinheiro como autuaram o francês por corrupção ativa – além de posse de droga, obviamente. Segundo os agentes, Meynard portava um cigarro e duas pequenas barras de maconha. Ele foi ouvido com a ajuda de um intérprete e admitiu a tentativa de suborno, dizendo ter sido orientado em seu país a agir dessa maneira caso fosse abordado por policiais no Brasil. O caso foi registrado na 5ª DP (Mem de Sá) e o francês foi liberado em algumas horas.

(Com Estadão Conteúdo)