Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians perde a quarta consecutiva e segue em crise

Equipe de Mano Menezes foi derrotada por 2 a 0 pelo Bragantino no Pacaembu

Cada vez mais afundado na crise, o Corinthians conheceu a sua quarta derrota seguida no Campeonato Paulista na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, ao perder por 2 a 0 para o Bragantino. É a pior seuência negativa da equipe desde 2007, ano de seu rebaixamento. Os gols do time do interior saíram ainda no primeiro tempo: um contra do zagueiro corintiano Felipe e o outro em um chute quase sem ângulo do atacante Tássio.

Leia também:

Corinthians e São Paulo acertam troca de Pato por Jadson

‘Não sou Conan nem He-Man para prender os invasores’, diz Gobbi

Contra violência da torcida, Corinthians defende greve no Paulistão

Repetindo as falhas das últimas derrotas – finalizações ruins e nervosismo -, o Corinthians não conseguiu descontar nem quando ficou com um jogador a mais, durante a maior parte do segundo tempo, após a expulsão do volante Francesco, que impediu uma arrancada de Emerson. Testes de Mano Menezes, Ramírez e Zé Paulo não atuaram bem pelo meio. Envolvido em uma troca com o meia Jadson, do São Paulo, Alexandre Pato não jogou. Com o resultado, a equipe da capital estaciona nos seis pontos no Grupo B e ocupa a vice-lanterna e só está à frente do Ituano, que tem um jogo a menos, pelo saldo de gols.

Torcida – Nas arquibancadas, o clima foi de tensão. No começo da partida, as organizadas esboçaram um protesto silencioso e não entoaram cantos de incentivo – muitos torcedores ficaram sentados durante a entrada do time. A polícia precisou agir quando grupos pertencentes às organizadas brigaram com torcedores que apoiavam o time, mas a situação foi resolvida rapidamente. Ao final do jogo, torcedores corintianos gritaram contra a greve planejada pelos jogadores para o fim de semana.

(Com Estadão Conteúdo)