Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians ‘em casa’ no Paraguai contra o Nacional na Libertadores

O Corinthians, que precisa apenas de um empate contra o Nacional para garantir sua classificação para as oitavas de final da Taça Libertadores, contará com o apoio da sua torcida, que deve comparecer em peso nesta quarta-feira, no estádio Oddone Sarubbi de Ciudad Del Este, situado perto da fronteira com o Brasil.

A iniciativa de organizar a partida a três quilômetros da Ponte da Amizade, que marca a divisa entre os dois países, foi do Nacional, clube com poucos torcedores que não costuma atrair mais de mil pessoas no seu estádio de Luque, na região metropolitana da capital Assunção, até mesmo em partidas da Libertadores e espera ter boas receitas de bilheteria.

No estádio Oddone Sarubbi, os torcedores do ‘Timão’ ocuparão três dos quatro setores das arquibancadas.

O Corinthians, que chegou nesta terça-feira em Foz de Iguaçu, no Paraná, cidade vizinha de Ciudad del Este, tem oito pontos e está empatado na ponta do grupo 6 com o Cruz Azul, do México, que lidera a chave por ter um saldo de gols superior.

Se conseguir pelo menos um empate na partida desta quarta-feira, o ‘Timão’ não poderá mais ser alcançado por este adversário, terceiro dó grupo com quatro pontos, nem pelo Deportivo Táchira, último colocado com 3.

Já o Nacional tem a obrigação de vencer para se manter vivo na competição e decidir a vaga no seu confronto com o Deportivo Táchira da Venezuela, na última rodada da fase de grupos.

Mesmo contando com o apoio da torcida corintiana, o técnico Tite não espera um jogo fácil em Ciudad del Este.

“Pode ser uma vantagem se tivemos um bom desempenho e ganharmos o carinho dos torcedores. Mas, dentro do campo, temos que fazer nossa parte”, afirmou o treinador.

“A postura tem que ser sempre de vitória. Não confio em uma equipe que se propõe a empatar uma partida. Essa não é a cara do Corinthians”, completou.

Tite não poderá contar com o meia nem com o lateral Alessandro, machucados, mas terá o reforço do meia Jorge Henrique e do atacante Emerson ‘Sheik’, recuperados de lesões.

Já lateral do Nacional Ricardo Mazacotte declarou que estava disposto a lutar até o fim para um vaga nas oitavas.

“Matematicamente ainda temos chances. Sabemos como joga o Corinthians. Vamos a demostrar que o Nacional não está na Libertadores por acaso. Por mais que eles tenham mais público, vamos jogar como mandantes e tentar tirar proveito desta vantagem”, afirmou o jogador.

O trio de arbitragem da partida será argentino, com o juiz Patrício Loustau auxiliado por Ernesto Uziga e Iván Gabriel Núñez.

Possíveis escalações:

Nacional: Ignacio Don – Ricardo Mazacotte, Herminio Miranda, Denis Caniza, Marcos Miers – Derlis Orué, Javier Villarreal, Marcos Riveros, Silvio Torales – Germán Cano e Rodrigo Teixeira. T: Javier Torrente.

Corinthians: Julio Cesar – Edenilson, Chicao, Leandro Castán, Fabio Santos – Ralf, Paulinho, Danilo, Jorge Henrique – Emerson e Liedson. T: Tite.