Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa do Mundo de Ginástica: Flávia Saraiva vai a três finais

Dona de três medalhas da Olimpíada da Juventude aos 15 anos, Flavia Saraiva fez suas primeiras competições como adulta nesta sexta-feira. A menina de 1,33 metro foi uma das primeiras a se apresentar no Ginásio do Ibirapuera, avançando às finais da trave, solo e barras assimétricas, marcadas para este sábado. Na sua primeira série, Flávia desequilibrou-se algumas vezes e chegou a cair da trave. Recebeu a nota 13.700, suficiente para avançar à final com a segunda melhor nota.

Etapa da Copa do Mundo de Ginástica no Ibirapuera terá clima de Rio-2016

Lais Souza acompanha Copa do Mundo como torcedora: ‘Mistura de emoções’

Copa do Mundo de Ginástica: Flávia Saraiva vai a duas finais

Assim como nos Jogos Olímpicos da Juventude, foi superada apenas por uma chinesa, Chunsong Shang, com a nota 15.100. No solo, as duas chinesas erraram e Flávia avançou em primeiro, com 13.900. A segunda melhor nota também foi brasileira, com Lorrane Oliveira (13.750). “Fiquei bem calma no solo. A torcida me ajudou bastante, batendo palma. Fiz o que treinei, na verdade”, disse Flávia.

Masculino – Diego Hypolito fez o básico para ir à final do salto. Atleta de melhor repertório entre os inscritos na prova, apresentou uma série de nota de partida baixa e avançou com a sexta melhor média, 14.375. “Fiz dois saltos bem mais fracos do que apresento em competições internacionais, foi mais para ir para a final.”

Ângelo Assumpção passou à final do salto com a quarta melhor nota, 14.800. O Brasil também estará na decisão das medalhas nas barras paralelas, com Francisco Barreto – em primeiro ficou Lukas Dauser (Alemanha).

Lutando por uma vaga na equipe que vai ao Mundial de Glasgow (Escócia), em outubro, Pétrix Barbosa não foi bem no nesta sexta. Ficou no 11.º lugar na barra fixa e em 12º nas paralelas.

(Com Estadão Conteúdo)