Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conheça as cidades-sede da Copa das Confederações 2017

Saiba mais sobre Moscou, São Peterburgo, Kazan e Sóchi, as belas cidades que receberão o torneio-teste para a Copa do Mundo da Rússia em 2018

A Copa das Confederações, que começa neste sábado, é um torneio chancelado pela Fifa basicamente para testar o país-sede um ano antes da Copa do Mundo. A edição de 2017 na Rússia terá apenas quatro cidades-sede (dois a menos que o torneio no Brasil, em 2013): a capital Moscou, São Petersburgo, Kazan e Sóchi. Outros oito estádios, ainda em obras, serão usados no Mundial, que já tem a seleção brasileira garantida entre os 32 classificados. Enquanto o sonho do hexacampeonato não começa, conheça as sedes da Copa das Confederações, que será disputada pela anfitriã Rússia, Alemanha, Portugal, Chile, México, Camarões, Austrália e Nova Zelândia:

Moscou:

População: 12 054 200 (2015)
Clima médio no verão: 17° ~ 19°
Estádio:
Otkrytie Arena
Principal mandante: Spartak Moscou
Capacidade: 44 829 pessoas

A cidade foi fundada em meados de 1140 e se tornou capital do então Grão-Ducado de Moscou. Durante o Império Russo, perdeu o status de capital para a recém-criada São Petersburgo, em 1712. A sede do governo federal só voltou para Moscou cerca de 200 anos depois, em 1918, quando o país estava sob comando do exército bolchevique e logo após a Revolução Russa, permanecendo mesmo com o final da União Soviética, até os dias atuais.

Patrimônio da Unesco, a Praça Vermelha é um dos principais pontos turísticos da capital. No local, estão reunidos o Kremlin, residência oficial da presidência, e a Catedral de São Basílio, icônica igreja da arquitetura renascentista russa, cartões-postais da cidade. Bastante religiosa, mais da metade da população de Moscou é adepta da Igreja Ortodoxa Russa. De acordo com levantamentos nos últimos cinco anos, menos de 20% da cidade não segue o Cristianismo.

O Teatro Bolshoi e a Galeria Tretyakov são locais de grande interesse cultural na capital russa. O primeiro abriga as apresentações do Ballet e da Ópera Bolshoi, duas das mais antigas companhias de dança e ópera do mundo. A segunda, construída em 1856, é um museu de arte que reúne mais de 100.000 peças em seu acervo.

Praça Vermelha, em Moscou (Rússia), sede da Copa das Confederações 2017

Praça Vermelha, o ponto turístico mais visitado de Moscou (Sergei Fadeichev /TASS/Getty Images)

São Petersburgo:

População: 5 191 700 (2015)
Distância até a capital: 634 km
Clima médio no verão: 16° ~ 18°
Estádio:
Estádio Krestovsky
Principal mandante: Zenit
Capacidade: 66 881 pessoas

Segunda maior cidade da Rússia, atrás apenas de Moscou, São Petersburgo foi estabelecida em 1703, e promovida a capital federal de 1712 a 1918. A cidade foi nomeada em homenagem ao czar Pedro, o Grande, após tê-la capturado do domínio sueco, durante a Grande Guerra do Norte. Em 1914, o nome mudou para Petrogrado, e em 1924, após a Revolução Russa, para Leningrado. Em 1991, com o fim da União Soviética, a localidade voltou a ter seu nome original.

Por ter sido a sede do governo russo, São Petersburgo é uma cidade com grande concentração de locais históricos e culturais. Como pontos turísticos, estão a Fortaleza de São Pedro e São Paulo, local onde o município foi criado, e a Catedral que leva o nome dos dois santos, ao centro da cidadela. O Palácio de Inverno, residência oficial da monarquia russa entre 1732 e 1917, também é muito visitado por ser atualmente parte do complexo de edifícios do Museu Hermitage, um dos maiores do mundo e com acervo de mais de três milhões de itens.

A cidade também é cenário de duas das mais icônicas e famosas obras da literatura russa, Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski, e Guerra e Paz, de Liev Tolstói. Por estar localizada ao norte do país e próxima do Círculo Polar Ártico, a duração dos dias e noites de São Petersburgo sofre uma grande variação de acordo com as estações. Próximo do solstício de verão (21 de junho), ocorre o fenômeno das “noites brancas”, onde o sol não se põe por 24 horas.

Estádio Krestovsky em São Petersburgo (Rússia), sede da Copa das Confederações 2017

O Estádio De São Petersburgo Será O Palco Da Abertura Da Copa Das Confederações (Istock/Getty Images)

Veja também

Kazan:

População: 1 205 700 (2015)
Distância até a capital: 719 km
Clima médio no verão: 17° ~ 20°
Estádio:
Kazan Arena
Principal mandante: Rubin Kazan
Capacidade: 45 015 pessoas

Oitava cidade mais populosa da Rússia, Kazan é a capital da República do Tartaristão. Fundada no final do século X pelo povo tártaro, a localidade só passou a pertencer ao território russo em 1552, quando foi capturada por Ivan, o Terrível, grão-príncipe de Moscou e czar da Rússia até 1584. Durante a Revolução Russa, foi capital da República Socialista Soviética Tártara Autônoma, e passou a receber muitas indústrias e fábricas que fugiam dos grandes centros financeiros do país no período da Segunda Guerra Mundial.

Tombado patrimônio mundial pela Unesco, o Kremlin de Kazan é um dos principais pontos turísticos da cidade. O complexo inclui várias edificações, como a Catedral da Anunciação, a Mesquita Kul Sharif, e o Palácio do Governo do Tartaristão. A Torre de Söyembikä, uma das construções mais famosas e símbolo da cidade, também está localizada no Kremlin.

Em 2009, Kazan passou a ser denominada como “terceira capital” da Rússia, atrás de Moscou e São Petersburgo. Desde o início do século, a cidade começou a ser renovada, com implantação de metrôs e modernização de aeroportos e placas de rua.

Mesquita de Kul Sharif em Kazan (Rússia), cidade-sede da Copa das Confederações 2017

A mesquita de Kul Sharif em Kazan, na Rússia (Oleg Nikishin/Epsilon/Getty Images)

Sóchi:

População: 389 900 (estimativa 2015)
Distância até a capital: 1,360 km
Clima médio no verão: 21° ~ 25°
Estádio:
Olímpico de Fisht
Capacidade: 47 659 pessoas

Localizada na região do Cáucaso, ao sul da Rússia, Sóchi é uma cidade com clima bastante ameno. Até meados de 1830, pertencia ao Império Otomano, e foi cedida (junto da região costeira do Mar Negro) aos russos após a Guerra Russo-Turca. As disputas pelo local só foram oficialmente encerradas em 1864, após embates com os circassos e com os britânicos. Em 1866, a Rússia começou a colonização da área e a construir igrejas e habitações, mas foi somente após a Revolução Russa que Sóchi foi elevada ao status de cidade.

Atualmente cidade do Krai de Krasnodar, Sóchi recebe turistas de todo o mundo, principalmente por sua configuração de cidade-resort (a região é chamada de Riviera Russa), com praias cheias no verão e estações de esqui no inverno, e também os grandes eventos que realiza. A cidade é sede do Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1, além de ter organizado os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno em 2014.

Sochi (Rússia), cidade-sede da Copa das Confederações 2017

A cidade de Sochi no Mar Negro (Rússia) (Istock/Getty Images)