Com Tite, Brasil se aproxima da Argentina no ranking da Fifa

Seleção brasileira saltou da nona para a quarta colocação depois das vitórias sobre Equador e Colômbia pelas eliminatórias

As vitórias da seleção brasileira nos dois primeiros jogos sob o comando de Tite já surtiram efeito no ranking da Fifa. Na atualização da lista divulgada nesta quinta-feira, o Brasil subiu do nono para o quarto lugar do ranking, que continua sendo liderado pela Argentina.

No início de setembro, o Brasil entrou em campo duas vezes pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, e venceu ambos os jogos: 3 a 0 sobre o Equador, em Quito, e 2 a 1 sobre a Colômbia, em Manaus. No ranking da Fifa, o Brasil está empatado justamente com a Colômbia, com 1.323 pontos.

Leia também:
Coutinho bem, William mal: como jogou a seleção de Tite
Tite admite satisfação, mas evita euforia
‘Fenômeno’, Gabriel Jesus se apresenta à imprensa estrangeira

A seleção brasileira voltará a jogar pelas rliminatórias em outubro, desta vez diante das duas piores equipes da América do Sul no ranking da Fifa. Os rivais serão a Bolívia, apenas a 75ª colocada, em 6 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal, e a Venezuela, a número 60 do mundo, no dia 11, fora de casa.

O ranking continua sendo liderado pela Argentina, com 1.646 pontos. A Bélgica permanece na segunda posição, com 1.369. Já a  campeã mundial Alemanha subiu para o terceiro lugar, com 1.347 pontos.  Campeã da Eurocopa, a seleção portuguesa é a sétima colocada.

Classificação do ranking da Fifa – setembro de 2016

1º – Argentina, 1.646 pontos

2º – Bélgica, 1.369

3º – Alemanha, 1.347

4º – Brasil e Colômbia, 1.323

6º – Chile, 1.284

7º – Portugal, 1.228

8º – França, 1.188

9º – Uruguai, 1.173

10º – País de Gales, 1.161

11º – Espanha, 1.141

12º – Inglaterra, 1.130

13º – Itália, 1.124

14º – Croácia, 1.059

15º – México, 1.057

16º – Suíça, 1.020

17º – Polônia, 984

18º – Costa Rica, 943

19º – Equador, 917

20º – Hungria, 913

(com Estadão Conteúdo)