Com problemas ofensivos, Verdão põe até zagueiros em treino de finalização

Depois dos problemas no sistema ofensivo nas rodadas passadas do Campeonato Brasileiro, o técnico Luiz Felipe Scolari deu ênfase ao setor de frente no treino da tarde desta quarta-feira, na Academia de Futebol.

O comandante iniciou a movimentação com uma atividade técnica, de posse de bola, mas, em seguida, dividiu o grupo para acertar a pontaria dos jogadores, inclusive dos zagueiros.

Metade do elenco finalizou contra uma das metas, enquanto o restante arrematou no outro gol. Felipão e seu auxiliar Murtosa dirigiram o treino, que contou também com Henrique, Maurício Ramos e os demais zagueiros. Todos exercitaram a pontaria e fizeram tabelas diante dos goleiros.

As ausências foram o atacante Kleber e o meia Valdivia, que fizeram tratamento na sala de fisioterapia da Academia de Futebol. Os dois não devem ser problema para o jogo contra o América-MG, sábado, no Canindé.

O sistema ofensivo é um problema para o Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Nas quatro rodadas passadas, o Verdão balançou as redes apenas três vezes, amargando uma derrota (contra o Internacional) e dois empates (Avaí e Atlético-GO), com somente um triunfo (sobre o Ceará).

No campeonato todo, enquanto ostenta a melhor defesa (com 25 sofridos), o Palmeiras tem um ataque com poucos gols, pois foram marcados 32.