Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Cristiano e Pepe, Portugal mantém esperanças contra Gana

Europeus precisam vencer por goleada e torcer contra os Estados Unidos

O gol de Silvestre Varela, nos acréscimos da partida contra os Estados Unidos, deu sobrevida à seleção portuguesa no Grupo G. Mas para seguir sonhando com a Copa do Mundo, a equipe do astro Cristiano Ronaldo terá dura missão nesta quinta-feira, às 13 horas, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Portugal precisa não apenas de uma vitória com boa margem de gols contra Gana, mas também terá que torcer por uma derrota dos Estados Unidos para a Alemanha. Para isso, terá à disposição o zagueiro luso-brasileiro Pepe, expulso contra a Alemanha e que cumpriu suspensão diante dos Estados Unidos.

Leia também:

NY Times destaca sucesso de audiência da Copa do Mundo nos EUA

Imprensa portuguesa destaca ‘pior derrota da história’

Alemanha arrasa Portugal por 4 a 0 em Salvador

O zagueiro do Real Madrid foi muito criticado pela agressão ao alemão Thomas Müller na estreia, mas garantiu que não pensa em abandonar a seleção portuguesa, apesar dos pedidos de parte da torcida. “Não vou abdicar, não vou mandar carta como alguns jogadores fizeram. Deixarei a seleção quando o presidente ou o treinador entenderem que já não tenho capacidade para dar minha contribuição. Sairei de cabeça erguida”, garantiu Pepe ao jornal português A Bola. O treinador Paulo Bento, no entanto, ainda não confirmou se Pepe retornará à equipe titular.

Paulo Bento, inclusive, falou no mesmo tom de Pepe. De contrato renovado até 2016, o treinador garantiu que não deixará o cargo, independentemente do resultado desta quarta. “Sei da minha responsabilidade. Cheguei a um acordo com a federação que não tinha só a ver com os resultados no Mundial. Aconteça o que acontecer, não me demitido do cargo”, afirmou Bento, que terá novamente Cristiano Ronaldo jogando no sacrifício.

Leia também:

Guia da Copa VEJA: Portugal, Seleção das quinas

Guia da Copa VEJA: Gana, Estrelas negras

Após o empate contra os Estados Unidos, o melhor jogador do mundo em 2013 admitiu estar atuando com dores no joelho e afirmou que a seleção portuguesa tem muitas limitações. Porém, Cristiano Ronaldo se disse confiante na classificação e estará em campo com um novo penteado, no estilo moicano. Com menos quatro gols de saldo e apenas um ponto no torneio, Portugal terá que golear Gana e ainda torcer para que a Alemanha vença os Estados Unidos. Mesmo com derrota, os americanos ainda podem se classificar, pois têm saldo de um gol positivo.

Crise – Pelo lado africano, a missão é quase idêntica: precisa vencer e torcer pela Alemanha. Gana tem saldo melhor que Portugal (-1) e, por isso, entra em campo em Brasília com mais chances de avançar. No entanto, a equipe enfrenta uma crise interna com a federação. Os jogadores chegaram a cogitar não entrar em campo contra os portugueses caso não recebessem a premiação em dinheiro prometida pela Fifa de maneira antecipada. De acordo com o técnico James Appiah, as pendências já foram resolvidas e a equipe está focada exclusivamente na classificação. Nas duas primeiras partidas, Gana teve boa atuação e chegou perto da vitória, mas se descuidou na defesa nos minutos finais e perdeu para americanos e empatou contra os alemães.