Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com atuação fraca, Brasil vence Chile com gol de Firmino

Dunga mandou a campo um time misto. Dos titulares da vitória sobre a França sobraram Jefferson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Neymar

O Brasil venceu neste domingo amistoso disputado em Londres contra o Chile no Emirates Stadium – a oitava vitória consecutiva do time desde que Dunga reassumiu o comando. O gol da partido foi marcado por Firmino. A apresentação foi fraca, mas com seis alterações o técnico brasileiro pôde fazer suas últimas observações antes da convocação de maio para a Copa América.

Como havia anunciado, Dunga mandou a campo um time misto. Dos titulares da vitória sobre a França, por 3 a 1, em pleno Stade de France, sobraram Jefferson, no gol, Danilo, Thiago Silva e Miranda, na defesa, e Neymar. Nos lugares de Filipe Luís, Luiz Gustavo, Elias, Willian, Oscar e Firmino entraram Marcelo, Souza, Fernandinho, Philippe Coutinho, Douglas Costa e Luiz Adriano. O resultado foi desentrosamento. No primeiro tempo, o jogo foi truncado, com times presos entre as linhas de intermediária. Só aos 13 minutos o Brasil teve um primeiro escanteio, mas sem risco.

O jogo só melhorou para o Brasil no segundo tempo, quando Dunga recompôs seu time titular colocando Elias no lugar de Souza, Willian no de Douglas Costa e Firmino no de Luiz Adriano. Além dos três, Robinho – algoz do Chile, com nove gols em sete jogos – substituiu Philippe Coutinho. Mais entrosado, o meio começou a produzir mais, arrancando do círculo central em passes rápidos. A recompensa veio logo. Aos 27, Danilo avançou com a bola no pé, tocou para Firmino, que avançou pela direita em velocidade, driblou Bravo e enfiou para as redes em um golaço.

Leia também:

Neymar diz que seleção superou o 7 a 1: ‘Passado é história’​

Antes do fim da partida, Dunga ainda substituiu Marcelo por Filipe Luís, que tem sido seu preferido para a lateral-esquerda. Mais à vontade, o Brasil tocou a bola e ainda produziu novas chances, sem grande perigo. Nos descontos, Neymar deu um balãozinho em um adversário, levantando a torcida. Em maio, Dunga realiza sua última convocação antes da Copa América. A seleção ainda faz dois amistosos em junho no Brasil, em São Paulo e Porto Alegre, de onde viaja para o Chile, país sede da competição.

(Com Estadão Conteúdo)