Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Clube alemão demite jogador por exibir partes íntimas

Nick Proschwitz, do Paderborn, teria mostrado o pênis e as nádegas a uma mulher no hotel em que o time está hospedado, na Turquia

O jogador alemão Nick Proschwitz foi demitido do Paderborn, uma equipe da segunda divisão da Alemanha, por um motivo bastante peculiar: exibir as partes íntimas em público. O jogador de 29 anos, com passagens pelo futebol inglês, teria mostrado o pênis e as nádegas a uma mulher no bar do hotel onde a equipe realiza seus treinos, em Belek, no sul da Turquia. As informações foram divulgas pelo diário alemão Bild e posteriormente confirmadas pelo clube, que anunciou a demissão do atacante nesta segunda-feira.

Leia também:

Ronaldinho escapa, por pouco, de acidente com poste na Índia

Jogador italiano comemora gol – mas fica preso em placa de publicidade

Atacante colombiano rouba spray de juiz para comemorar – mas se dá mal

“O jogador Nick Proschwitz não voltará a vestir a camisa do SC Paderborn”, declarou em coletiva de imprensa Wilfried Finke, presidente do clube treinado desde outubro de 2015 por Stefan Effenberg, ex-jogador do Bayern de Munique e da seleção alemã. “Não interessa a que altura estavam as calças. Como jogador do SC Paderborn e hóspede num país muçulmano, não há lugar para este tipo de comportamento. Condeno e reprovo esta atitude”, insistiu Finke.

Proschwitz tentou se defender, alegando que estava sem cuecas e que um de seus companheiros foi quem abaixou suas calças. O atacante foi contratado em julho de 2015 pelo Paderborn, que atualmente ocupa a 18ª colocação da segunda divisão alemã. Ele já atuou por equipes importantes da Alemanha, como Hamburgo e Wolfsburg, e passou por quatro equipes inglesas, incluindo o Hull City, pelo qual jogou a primeira divisão em 2013.

(da redação)