Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Clima de despedida de Guardiola toma conta do jogo do Barcelona

Sevilha (Espanha), 11 mai (EFE).- O Barcelona visita neste sábado o Bétis, pela última rodada do Campeonato Espanhol, para um jogo que não vale nada na tabela, mas servirá como uma das despedidas de Josep Guardiola no comando da equipe.

Guardiola terá que escalar Víctor Valdés, ultimamente no banco, por conta do desfalque de José Manuel Pinto, que estava se preparando para ser titular na final da Copa do Rei.

O técnico do Barcelona, que será sucedido no cargo por Tito Vilanova, seu auxiliar, afirmou nesta semana que pretende tirar férias do mundo do futebol, ficando um ano sem comandar nenhuma equipe.

Josep Guardiola deixa o time catalão depois de ter revolucionado o time com seus esquemas táticos, suas improvisações e tendo encontrado o posicionamento perfeito para que o argentino Lionel Messi desenvolvesse seu melhor futebol.

Os catalães pensam ainda na partida contra o Athletic Bilbao, que será disputada em Madri na próxima sexta-feira, e a encaram como uma questão de honra devido aos fracassos na Liga dos Campeões e no Campeonato Espanhol.

Outro desfalque importante é o de Carles Puyol. O capitão será operado neste sábado por causa de um problema no joelho e ficará seis semanas de fora do time, perdendo a chance de disputar a Copa do Rei e até a Eurocopa, pela Espanha.

Um dos atrativos do jogo de domingo é a presença de Messi, melhor jogador do mundo e que segue batendo todos os recordes como principal artilheiro da Europa.

O argentino é forte concorrente a conquistar a bola de ouro mais uma vez, além de ser favorito para a conquista da chuteira de ouro.

O retorno de Gérard Piqué, que sofreu uma concussão cerebral diante do Chelsea, é um dos fatores positivos para o Barça.

A equipe de Pepe Mel, que ocupa o 12º lugar com 46 pontos e não tem nenhuma aspiração na tabela, tenta conseguir a ‘façanha’ de vencer o Barcelona e dar um alento maior a seus torcedores.

Prováveis escalações:.

Betis: Casto; Chica, Paulão, Amaya e Nacho; Beñat, Cañas, Salva Sevilla, Pozuelo e Jefferson Montero; Rubén Castro (Jorge Molina). Técnico: Pepe Mel.

Barcelona: Valdés; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Adriano; Busquets, Xavi, Cesc e Pedro; Messi e Tello. Técnico: Josep Guardiola.

Árbitro: Ayza Gámez. EFE