Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Classificados, Milan e Barça se enfrentam de olho na liderança do grupo H

Roma/Barcelona, 22 nov (EFE).- Já classificados para as oitavas de final, Milan e Barcelona se enfrentam na quarta-feira disputando a liderança do grupo H da Liga dos Campeões.

No jogo de ida, os dois times se enfrentaram no Camp Nou e, mesmo a equipe espanhola tendo sido superior durante todo o confronto, o Milan foi decisivo em duas oportunidades e conseguiu o empate em 2 a 2.

E foi este poder de decisão da equipe de Massimiliano Allegri que obrigou o Barça a estudar a eficiência do seu rival.

A partida de quarta-feira terá como destaque um velho conhecido do time catalão, o sueco Zlatan Ibrahimovic, que desde que saiu do Barça, há um ano e meio, alfinetou por diversas vezes seus ex-companheiros e o treinador Josep Guardiola.

No entanto, não houve nenhum tipo de réplica, com exceção de Xavi Hernández, que se mostrou surpreso pelas críticas do agora atacante do Milan.

Para diminuir um pouco a polêmica que ele mesmo gerou, o atacante reconheceu que o Barcelona é ‘a melhor equipe do mundo’, e disse que o duelo da Liga dos Campeões será ‘emotivo’ e ‘fantástico’.

Para o confronto, o Barça terá duas ausências importantes: Daniel Alves, suspenso, e Andrés Iniesta, lesionado, além do reserva Adriano, que também está no departamento médico.

Villa, que saiu do banco e marcou na vitória contra o Zaragoza, e Sergio Busquets, poupado no sábado, esperam estar na equipe titular.

Já o técnico Massimiliano Allegri não poderá contar com o holandês Clarence Seedorf nem com o italiano Pipo Inzaghi, ainda lesionado.

‘Amanhã nós disputaremos o primeiro lugar, portanto é necessário fazer uma boa partida no aspecto técnico, mas também precisamos ser fortes na defesa, inclusive mais do que no jogo de ida’, assinalou Allegri.

Sobre Ibrahimovic, que se transformou em um dos protagonistas do encontro por sua polêmica saída do Barcelona em 2010, o técnico ‘rossonero’ afirmou que o atleta se encontra ‘com vontade de jogar’, mas ‘muito sereno e tranquilo’.

Em relação aos onze titulares do confronto, Allegri disse não ter muitas dúvidas, embora ainda não tenha decidido se o companheiro de ataque de Ibrahimovic será Alexandre Pato ou Robinho.

A visita de Antonio Cassano à cidade esportiva do Milan ontem, após sua operação do coração, incentivou e renovou a energia dos jogadores, que estão motivados para o duelo desta quarta-feira.

Em outro duelo pelo grupo H, Bate Borisov e Viktoria Plzen se enfrentam em busca do terceiro lugar da chave, o que garantiria uma vaga para a Liga Europa.

O Viktoria, atual campeão tcheco, e que este ano celebra seu centenário, só conquistou um ponto na competição europeia, após empatar com o Bate em casa na primeira rodada.

Sem possibilidade de classificação às oitavas, a equipe espera aproveitar a experiência acumulada nesta edição, a de sua estreia, na principal competição europeia.

Os bielorrussos, que se proclamaram campeões nacionais pela sexta vez consecutiva no final de outubro, procuram uma participação mais digna em sua segunda participação na Liga dos Campeões.

Em um grupo com Barcelona e Milan, o Bate traçou como objetivo a classificação à Liga Europa, e para isso entram em campo pensando apenas na vitória contra os tchecos.

Possíveis escalações:.

Milan: Abbiati; Abate, Nesta, Thiago Silva e Antonini; Aquilani, Ambrosini, Nocerino e Boateng; Alexandre Pato (Robinho) e Ibrahimovic.

Técnico: Massimiliano Allegri

Barcelona: Valdés; Puyol, Mascherano, Piqué e Abidal; Xavi, Busquets e Fàbregas; Alexis Sánchez, Messi e Villa.

Técnico: Josep Guardiola.

Árbitro: Wolfgang Stark, da Alemanha.

Estádio: Giuseppe Meazza. EFE