Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chinesa excluída dos Jogos Olímpicos abandona o badminton

A jogadora chinesa de badminton Yu Yang, eliminada do torneio olímpico de Londres por jogar deliberadamente para perder, anunciou nesta quinta-feira que abandona o esporte.

“Foi minha última competição. Adeus à Federação Mundial de Badminton, adeus ao badminton que tanto amo”, escreveu a jogadora chinesa em sua conta em um microblog.

Yu Yang e sua parceira de duplas, Wang Xiaoli, também excluída, são campeãs do mundo e lideram o ranking mundial.

A jovem jogadora chinesa também afirmou na mensagem que teve o “sonho quebrado” com a eliminação, após quatro anos de preparação intensiva.

Oito jogadoras – quatro duplas – foram acusadas de jogar para perder na terça-feira em partidas da fase de grupos para possibilitar confrontos menos complicados de quartas de final. Todas foram eliminadas na quarta-feira do torneio olímpico.

As quatro duplas (uma chinesa, uma indonésia e duas sul-coreanas) recorreram da decisão, mas a Federação Internacional de Badminton (BWF) rejeitou as apelações.

O técnico da dupla, Li Yongbo, assumiu a responsabilidade pelo escândalo e pediu desculpas aos fãs do badminton na China.

A delegação olímpica chinesa afirmou que respeita plenamente a punição da BWF.

Greysia Polii, uma das jogadoras indonésias punidas, afirmou que não desejava perder e disse que considerava a exclusão injusta.