Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chicago Bulls de 95/96 massacraria Warriors de Curry, diz Pippen

O ex- ala de 50 anos, dupla inseparável de Michael Jordan no elenco dos Bulls na década de 1990, afirmou que o atual campeão da NBA e líder da Conferência Oeste não seria páreo para a sua geração

Faltando quatro vitórias para o Golden State Warriors ultrapassar o recorde de mais partidas ganhas em uma temporada na NBA, mantido pelo lendário time do Chicago Bulls de 1995/96, o ex-ala Scottie Pippen – braço direito de Michael Jordan nos Bulls da década de 1990 – disse em um evento da operadora americana AT&T, em Houston, que o time liderado por Stephen Curry não seria páreo para aquela equipe de Chicago se houvesse, hipoteticamente, um encontro entre eles.

Perguntado sobre qual seria o resultado do confronto nos playoffs, em uma série de sete partidas, Pippen, respondeu assertivamente que os Warriors seriam liquidados em quatro partidas diretas, especialmente se Curry fosse marcado por ele: “Eu acho que meu tamanho e comprimento iriam incomodá-lo”, declarou o ex-camisa 33 dos Bulls, que também disse que limitaria a margem de acertos nos arremessos de Curry a menos de 20 pontos, enquanto o craque dos Warriors costuma fazer pelo menos 30 em cada jogo.

Ao vencer neste domingo o Portland Trail Blazers por 136 a 111 pontos, com 39 pontos de Curry, a equipe líder da Conferência Oeste e atual campeã alcançou sua 69ª vitória na atual temporada da NBA. Restam ainda cinco jogos para o Golden State tentar bater o recorde de 72 vitórias do Chicago Bulls de 1995/96 e se consagrar o time mais vitorioso em uma única temporada.

Leia também:

NBA: Warriors vencem e Curry faz cesta do meio da quadra

NBA: Lakers surpreendem Warriors com grande atuação de Marcelinho Huertas

NBA: em duelo de craques, Curry ‘entorta’ Durant

Em VEJA: o teorema de Curry

(da redação)