Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chelsea demite André Villas-Boas

O Chelsea anunciou neste domingo a demissão do técnico português André Villas-Boas após os resultados ruins da equipe na atual temporada, informou o clube da primeira divisão inglesa em um comunicado.

“André Villa-Boas e o Chelsea decidiram pela separação. A diretoria gostaria de destacar sua gratidão por seu trabalho e expressar sua decepção com o fato da relação ter terminado tão cedo”, afirma o clube.

“Infelizmente os resultados e o rendimento da equipe não foram bons o suficiente e não havia sinais de melhora em um momento crucial da temporada”, completa o comunicado.

O ex-jogador dos ‘Blues’ Roberto Di Matteo será o treinador interino até o fim da temporada.

O Chelsea, quinto na classificação da Premier League, perdeu no sábado por 1-0 para o West Bromwich na 27ª rodada do campeonato, uma nova derrota que precipitou a queda do técnico português.

Villas-Boas, que chegou ao clube em 2011 procedente do Porto, paga as consequências da péssima fase recente do time – apenas uma vitória nos últimos sete jogos – e da provável eliminação da Liga dos Campeões, depois da derrota de 3-1 para o Nápoli no jogo de ida das oitavas de final.

Os ‘Blues’ ainda precisam disputar uma partida da Copa da Inglaterra na próxima terça-feira contra o Birmingham (segunda divisão) para tentar classificação às quartas de final, antes da partida crucial contra o Nápoli no dia 14 de março em Stamford Bridge.

O português tinha relações ruins com diversos jogadores, incluindo o veterano Frank Lampard.

Villas-Boas é o sexto técnico demitido por Roman Abramovich, o bilionário russo que comprou o clube em 2003 (o holandês Guus Hiddink foi o único que deixou a equipe por vontade própria em 2009).

A contratação do português, que havia conquistado com o Porto o campeonato português e a Europa League, foi uma aposta do russo, apesar dos menos de dois anos de experiência de Villas-Boas como treinador.