Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chefe da Renault vê Grosjean pronto para voltar à F-1

A passagem de Romain Grosjean pela Fórmula 1 em 2009 não empolgou e o francês retornou à GP2. Dois anos após a experiência na Renault, o chefe de equipe da escuderia francesa, Eric Boullier, revelou que está de olho no piloto, que hoje lidera o Mundial da GP2.

‘Ele está obviamente no meu radar’, afirmou Boullier, à revista inglesa Autosport. ‘Ele está muito bem na GP2, mostrando a todos que amadureceu e se fortaleceu o suficiente para estar na F-1’, avaliou o chefe de equipe da Renault.

Para Boullier, Grosjean seria um bom piloto para a Renault. ‘Realmente acredito que ele tem potencial para ser um dos grandes caras aqui. Sendo próximo a ele, posso confirmar que ele está diferente e muito mais maduro do que há dois anos’, acrescentou o dirigente.

A Renault tem, no momento, dois pilotos vivendo fases diferentes. Enquanto Vitaly Petrov vem conseguindo bons resultados, Nick Heidfeld tem enfrentado dificuldades na pista. O alemão, inclusive, não tem cadeira segura na equipe, uma vez que substitui Robert Kubica, que se recupera de um grave acidente de rali, sofrido em fevereiro deste ano.

Boullier disse ainda que qualquer decisão quanto a uma possível mudança nos pilotos da equipe depende da recuperação de Kubica, que já movimenta a mão direita. O polonês passará por mais uma cirurgia no mês que vem, para desbloquear o ombro.

‘Estamos esperando o que haverá com Robert, quando voltará ou como ele voltará, obviamente. Estamos o esperando para termos um melhor entendimento’, finalizou o chefe de equipe da Renault.