Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chamado para o Pan, goleiro do Cruzeiro já pensou em parar

O goleiro cruzeirense, Douglas Pires, convocado para a Seleção Brasileira pelo técnico Ney Franco, para a disputa da 16edição dos Jogos Pan-americanos, que serão realizados na cidade de Guadalajara, no México, em outubro, revelou nesta quarta-feira que chegou a pensar em encerrar a carreira. Segundo ele, a saudade da família e dos amigos seria o motivo para desistir do futebol.

‘Qualquer pessoa sabe que ficar longe dos pais e dos amigos é muito difícil. E com 12 anos, é muito mais difícil. Teve uma época que eu não aguentava mais, chorava todos os dias, procurava diretor do Cruzeiro, e não queria ficar. Simplesmente, queria largar a vida de atleta, não queria ser jogador mais. Não era ir para outro clube, eu queria era parar, ficar em casa, estudar. Foi Deus quem tocou no meu coração, e as pessoas que estavam próximas de mim, que não deixaram’, revelou.

Douglas Pires disse ainda, que apesar dos pais sentirem muita falta do jogador, sempre incentivaram para que ele continuasse com a carreira. ‘Meus pais sofriam muito, minhas irmãs, meus amigos, mas todo mundo me dava força e me motivava a ficar. E passou, foi uma fase muito difícil, mas que passou. Dei a volta por cima. Essa convocação é um prêmio, um presente de Deus por eu não ter desistido’, afirmou.

Decepcionado com a campanha do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, o arqueiro celeste afirma que está preocupado com o futuro da equipe na série A, mas frisa que confia no potencial da equipe. De acordo com Douglas Pires, a convocação para a seleção foi muito festejada e o jogador esperar aproveitar bem a oportunidade.

‘Para ser sincero, eu mesmo já estava um pouco preocupado, pela fase que o Cruzeiro está passando. Mas essas coisas, a notícia da convocação, vêm para alegrar. É uma coisa muito boa que está acontecendo na minha carreira. Disputar o Pan-americano não é para qualquer um. Estou muito contente, muito feliz mesmo’, disse.