Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CBJ convoca 19 judocas para Mundial em Paris

Por AE

São Paulo – O Brasil vai ser representado no Mundial de Judô, que será realizado entre os dias 23 e 28 agosto, em Paris, por uma delegação recorde. A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) convocou nesta terça-feira 19 atletas para a competição, já que as regras da Federação Internacional de Judô permitem a inscrição de até dois representantes por país por categoria.

Assim, a CBJ chamou para o Mundial os atletas mais bem colocados no ranking mundial e com reais chances de classificação para a Olimpíada de Londres. Com isso, o Brasil terá dois representantes em cinco categorias. Para os Jogos de 2012, vão obter vaga os 22 melhores homens e as 14 melhores mulheres no ranking.

Os judocas brasileiros convocados para o Mundial são Sarah Menezes (48kg), Erika Miranda (52kg), Rafaela Silva e Ketleyn Quadros (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Bruno Mendonça (73kg), Leandro Guilheiro e Flavio Canto (81kg), Tiago Camilo e Hugo Pessanha (90kg), Luciano Correa e Leonardo Leite (100kg), Daniel Hernandes e Rafael Silva (+100kg)

“Nossa expectativa não é apenas em relação a conquistar medalhas, mas a marcar pontos no ranking olímpico com o maior número de atletas possível. Um sétimo lugar no Mundial dá 80 pontos, quase o mesmo que ser campeão em uma Copa do Mundo (100 pontos)”, afirmou o coordenador técnico internacional da CBJ, Ney Wilson.

Como estão entre os oito melhores colocados do ranking nas respectivas categorias,Sarah Menezes, Erika Miranda, Rafaela Silva, Mayra Aguiar, Leandro Cunha, Leandro Guilheiro, Tiago Camilo e Hugo Pessanha serão cabeças de chave no Mundial de Judô. “Nem sempre ser cabeça de chave facilita. É um pouco confuso. Às vezes tu acabas pegando um adversário forte mesmo assim. Não dá para vacilar”, disse Mayra.

O Brasil terá dois estreantes – a medalhista olímpica Ketleyn Quadros e Leonardo Leite – no Mundial de Judô. Já Daniel Hernandes é o atleta mais experiente na competição, com cinco Mundiais no currículo (1999, 2001, 2003, 2005, 2007 e 2009). Em todos eles, terminou na quinta colocação.

O Mundial de Judô será sucedido pela disputa do Mundial por Equipes. O Brasil é campeão pan-americano no masculino e no feminino. Assim, será o representante do continente nas duas categorias.

O Brasil já conquistou 23 medalhas em 11 edições do Mundial de Judô, com quatro ouros, cinco pratas e 14 bronzes. Em 2010, o País subiu ao pódio quaro vezes, com Leandro Cunha, Leandro Guilheiro, Mayra Aguiar e Sarah Menezes, conquistando três medalhas de prata e um bronze. “Ano passado foi por pouco, bati na trave. Este ano eu só busco o ouro”, prometeu Mayra, que foi vice-campeã em Tóquio.