CBF dá aval, e Liga Sul-Minas-Rio começará em 2016

Torneio com doze equipes de cinco Estados deve ocorrer entre fevereiro e março, simultaneamente aos Estaduais

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, deu aval nesta sexta-feira para a criação da Liga Sul-Minas-Rio. Ele recebeu Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG e CEO da nova liga, pela manhã e disse novamente que “abraça a ideia”, colocando a estrutura da CBF à disposição. O torneio, que reunirá equipes de Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, terá início já em 2016 e será disputado entre fevereiro e março, simultaneamente aos Estaduais.

Os integrantes da competição – que receberá o nome oficial de “Primeira Liga” – já vinham garantindo que o torneio aconteceria no próximo ano com ou sem aval da CBF. A entidade decidiu acatar a realização do torneio e, de alguma forma, mantê-lo sob seu controle. “Foi um encontro ótimo porque o Kalil trouxe parte das informações sobre a competição. O presidente Del Nero deu o seu aval e disse que tem toda a simpatia por uma competição que não colida com os estaduais”, afirmou o secretário-geral da CBF, Walter Feldman. “Politicamente, o Kalil conseguiu aquilo que veio buscar.”

Leia também:

Liga Sul-Minas é criada com ‘reforço’ da dupla Fla-Flu

Clubes se reúnem para recriar Copa Sul-Minas, com Flamengo e Fluminense, em 2016

Um novo encontro entre as partes foi agendado para a próxima semana. Representantes da Primeira Liga e diretores da CBF discutirão aspectos técnicos da competição, com assuntos que irão do calendário de jogos até a questões jurídicas e de arbitragem.

A intenção da Liga Sul-Minas-Rio é a de que a competição de 2016 seja de tiro curto em função de problemas de calendário. É provável que o torneio seja disputado em apenas cinco datas. Neste caso, os 12 times participantes seriam divididos em grupos de quatro integrantes e os primeiros colocados, além do melhor segundo, avançariam para as semifinais. Assim como a decisão, elas seriam disputadas em jogo único.

Flamengo, Fluminense, Coritiba, Atlético-PR, Cruzeiro, Atlético-MG, Internacional, Grêmio, Figueirense e Avaí já estão confirmados na competição. Os outros dois integrantes serão definidos entre Chapecoense, Criciúma, Joinville, Paraná e América-MG, que também integram a liga.

(com Estadão Conteúdo)