CAS nega recurso e Burkina Faso vai à Copa Africana

Por AE

Zuriqu – A Corte Arbitral do Esporte (CAS), instância máxima da justiça desportiva mundial, rejeitou nesta terça-feira um recurso da Namíbia, mantendo a decisão da Confederação Africana de Futebol (CAF) sobre o caso. Assim, confirmou a presença a seleção de Burkina Faso na Copa Africana de Nações, competição que começa no dia 21 de janeiro, no Gabão e na Guiné Equatorial.

Após ser derrotado por Burkina Faso nas Eliminatórias da Copa Africana, no ano passado, a Namíbia entrou com ação na CAF questionando a classificação do adversário. O argumento era a suposta escalação irregular de um jogador: o zagueiro Herve Zengue, que nasceu no Camarões e foi recentemente naturalizado – recebeu o passaporte do país um dia antes do jogo.

No julgamento realizado pela CAF em novembro, o recurso da Namíbia foi rejeitado. O país, então, resolveu apelar à CAS, mas a corte manteve a decisão da confederação e confirmou que a participação de Herve Zengue foi legal. Assim, Burkina Faso poderá disputar normalmente a Copa Africana, na qual enfrentará Costa do Marfim, Sudão e Angola na primeira fase.