Carro de Coutinho é apedrejado após notícia de saída do Liverpool

Jornal espanhol diz que meia brasileiro aceitou proposta para ir para o Barcelona

Os fãs do Liverpool já sofrem com a possibilidade real de perder seu principal jogador, Philippe Coutinho, e, lá como cá, a violência e irracionalidade de alguns torcedores seguem sendo um problema. Nesta terça-feira, mesmo dia em que o jornal espanhol Sport informou que o brasileiro já estaria acertado com o Barcelona, Coutinho teve seu carro apedrejado enquanto participava de um evento festivo no estádio de Anfield.

Veja também

O tabloide Daily Mail divulgou as imagens do Porsche Macan de Coutinho, avaliado em mais de 60.000 libras (cerca de 250.000 reais), com a janela quebrada. Um fotógrafo próximo ao local chegou a ver o agressor, que fugiu, mas não conseguiu registrar sua imagem.

‘Sport’ noticia o ‘sim’ de Coutinho (Sport.es/Reprodução)

Dentro do estádio, Coutinho e a esposa Aine participavam de uma cerimônia de premiação de fim de temporada junto de outros jogadores e seus familiares. Apenas o carro de Coutinho foi vandalizado, o que leva a crer que a violência tenha ligação com as últimas notícias sobre o camisa 10 do time. O Liverpool ocupa a terceira colocação do Campeonato Inglês.

Segundo o Sport, Coutinho já recusou uma oferta do Paris Saint-Germain, que seria superior à proposta inicial do Barcelona – de 90 milhões de euros (cerca de 314 milhões de reais) -, pois tem o objetivo de conquistar títulos importantes na carreira, o que não conseguiu durante os quatro anos no Liverpool.

Ainda de acordo com o Sport, o meia da seleção brasileira se mostrou disposto a pressionar a diretoria do Liverpool por sua saída e o negócio deve ser fechado já na próxima janela de transferências do verão europeu, em julho.