Brasil x Uruguai, jogo dramático: o que você não viu na TV

Confira as imagens exclusivas do site de VEJA no clássico em Belo Horizonte

Câmera VEJA

Foi um jogo suado, pegado e sofrido – como, aliás, quase todos os encontros entre brasileiros e uruguaios. Diante de um Mineirão praticamente lotado, com mais de 57.000 torcedores nas cadeiras, a seleção pentacampeã do mundo levou muitos sustos. Primeiro, escapou de sair em desvantagem quando Júlio César defendeu pênalti cobrado por Forlán; depois, quando os uruguaios perderam outras boas chances de gol. O Brasil foi para os vestiários em vantagem depois que Fred abriu o placar. No início do segundo tempo, apreensão: Cavani marcou e deixou tudo igual. Mas o público mineiro empurrou a seleção e o Brasil arrancou uma vitória dificílima, na garra e na determinação, aos 40 minutos, com um gol decisivo de Paulinho. A vibração dos atletas foi intensa. Próxima parada, Rio de Janeiro, para a grande final no Maracanã.

(Giancarlo Lepiani, com fotos de Jefferson Bernardes, de Belo Horizonte)

Leia também:

Brasil sofre, mas despacha o Uruguai e avança à decisão

Para Felipão, vencer no sufoco ‘foi ótimo para amadurecer’

Galvão Bueno cria saia-justa entre Ronaldo e Casagrande