Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil x Espanha, a grande final: o que você não viu na TV

Confira as imagens exclusivas do site de VEJA na decisão no Rio de Janeiro

Câmera VEJA

Foi uma noite histórica para o futebol brasileiro. Depois de uma troca abrupta de técnico, de muitas críticas e de um longo período de indefinição, a seleção enfim entrava em campo confiante e embalada – e, desta vez, para disputar mais um título. O problema era a força do adversário: a Espanha, bicampeã da Europa e campeã do mundo, prometia vencer e mostrar que é sua vez de dominar o futebol internacional. Não é – pelo menos por enquanto. Graças a mais uma atuação extraordinária de Neymar, à motivação fornecida por Luiz Felipe Scolari e, diga-se, um pouco também ao salto alto dos visitantes, o Brasil atropelou, conquistando a Copa das Confederações pela quarta vez, e de forma inapelável. A festa no Maracanã foi para lavar a alma. E que venha a Copa do Mundo de 2014.

(Giancarlo Lepiani, com fotos de Antonio Milena, Ivan Pacheco e Jefferson Bernardes)

Leia também:

Brasil desbanca Espanha, levanta a taça a retorna ao topo

Seleção: quem ganhou e quem perdeu pontos com o chefe

Milagre no Rio: espanhóis vestem sandálias da humildade

Neymar: antes de operar a garganta, um grito de campeão

Felipão, de novo campeão: patriotismo, coração e carisma

Enquanto o Brasil celebra, Elvis manda recado à Espanha

Final comprova: o futebol, apaixonante, não é matemática