Brasil vence, mas pode perder ponta na Liga Mundial

Por AE

Tampere, Finlândia – A seleção brasileira masculina de vôlei abriu a sua participação na quarta e última semana do Grupo B da Liga Mundial com vitória. Nesta sexta-feira, a equipe dirigida por Bernardinho venceu o Canadá por 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 25/19, 25/14, 19/25 e 15/9, em partida disputada na cidade de Tampere, na Finlândia.

Apesar do triunfo, a liderança do Brasil no Grupo B está ameaçada. Como precisou de cinco sets para vencer, a equipe somou apenas dois pontos e chegou aos 23. Assim, pode ser ultrapassada ainda nesta sexta-feira pela Polônia, que está com 20 pontos, e vai enfrentar a anfitriã Finlândia, que só somou sete pontos.

A fase final da Liga Mundial será disputada em Sofia, na Bulgária, com a presença garantida da seleção anfitriã. As outras equipes serão os vencedores dos quatro grupos que estão sendo disputados e o melhor segundo colocado de toda as chaves.

O Brasil vai disputar mais dois jogos nesta semana em Tampere. No sábado, às 12h30 (horário de Brasília), o adversário será a anfitriã Finlândia. Já no domingo a equipe vai duelar com a Polônia, em partida que deve ser decisiva para a definição do primeiro colocado do Grupo B da Liga Mundial, às 10 horas.

O JOGO – O Canadá é o lanterna da chave com apenas sete pontos, mas já havia dado trabalho ao Brasil nesta Liga Mundial, tanto que bateu a equipe dirigida por Bernardinho na primeira semana do torneio. E os canadenses voltaram a assustar os brasileiros.

Nesta sexta-feira, o oposto Leandro Vissoto, recuperado de lesão, retornou ao time, mas como reserva, entrando apenas em alguns momentos da partida. Já o ponteiro Giba, também liberado pelos médicos, não saiu do banco de reservas. Ricardinho, Wallace, Lucão, Sidão, Murilo, Thiago Alves e o líbero Serginho foram os titulares.

O Canadá fez um duelo equilibrado com o Brasil no primeiro set, conseguiu abrir uma vantagem de três pontos no segundo tempo técnico(16/13) e venceu por 25/22, com o último ponto sendo marcado por Schimitt.

O Brasil voltou melhor no segundo set e dominou completamente a parcial, tanto que foi aos dois tempos técnicos em vantagem confortável(8/5 e 16/12). Assim, conseguiu empatar o jogo ao fechar a parcial em 25/19 com um ace de Sidão.

Embalado, o Brasil foi ainda melhor no terceiro set. A equipe abriu quatro pontos logo antes do primeiro tempo técnico (8/4) e ampliou a vantagem para seis (16/10) no segundo. Com extrema facilidade, a seleção fechou o terceiro set em 25/14 e abriu 2 a 1 na partida.

A partida se encaminhava para uma vitória tranquila do Brasil, mas os canadenses equilibraram o duelo logo no começo do quarto set e passaram a liderar o placar, com vantagens mínimas (8/7 e 16/14 nos tempos técnicos). No final, o Canadá deslanchou e fechou a parcial em 25/19 para empatar o jogo em 2 a 2.

Surpreendido, o Brasil voltou mais ligado no tie-break e dominou completamente a disputa. Assim, abriu 5/1 no começo e não foi ameaçado pelo Canadá, que não teve forças para evitar a vitória da equipe de Bernardinho por 15/9 e 3 sets a 2.