Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil vai mal no vôlei de praia feminino em Roma

Por AE

Roma – Com duas duplas entre as quatro melhores do mundo, o Brasil não foi bem na chave feminina do Grand Slam de Roma, etapa italiana do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta sexta-feira, as três parcerias brasileiras que seguiam vivas no torneio foram eliminadas na arena montada no Foro Itálico e não avançaram sequer às quartas de final.

Líderes do ranking olímpicos (segundas colocadas no ranking mundial da temporada), Larissa e Juliana caíram nas oitavas de final, diante das alemãs Goller e Ludwig, por 2 a 1 (16/21, 21/18 e 11/15). Antes, elas haviam vencido as italianas Gioria e Momoli em dois sets, com parciais de 21/15 e 21/13. A dupla campeã mundial havia chegado à semifinal das últimas quatro etapas do Circuito.

Outra dupla italiana, formada por Cicolari e Menegatti, foi a algoz de Talita e Maria Elisa, também nas oitavas de final, com vitória por 2 sets a 0, parciais de 21/18 e 21/15. Já Taiana e Vivian caíram na primeira rodada da fase final, diante das russas Vasina e Vozakova, após derrota por 2 sets a 0 (20/22 e 17/21).

O Grand Slam de Roma é a última competição que conta pontos para o ranking olímpico, mas o Brasil já tem duas duplas garantidas nos Jogos. Além das líderes Juliana e Larissa, também estão na zona de classificação Talita e Maria Elisa, no quarto lugar.

Cabe à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), porém, a definição das duplas que representação o Brasil nos Jogos de Londres. Taiana e Vivian, que ocupam o 19.º lugar no ranking olímpico e o 22.º no ranking mundial de 2012, também estão pré-selecionadas pela CBV.