Brasil bate Venezuela e assume liderança das Eliminatórias

Vitória por 2 a 0 fora de casa deixa a seleção com 21 pontos, no topo da tabela

O Brasil derrotou a Venezuela por 2 a 0 na noite desta terça-feira, no Estádio Metropolitano de Mérida, e assumiu a liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018. A seleção, que antes de Tite assumir estava em 6º lugar, venceu os quatro jogos sob o comando do novo técnico e subiu para o topo da tabela, com 21 pontos.

LEIA TAMBÉM:
Estádio sofre apagão e venezuelanos gritam: ‘Fora, Maduro’

Nesta terça, sem Neymar, suspenso, o Brasil contou com a boa fase de Gabriel Jesus, autor do primeiro gol, para superar fora de casa, sem sustos, a limitada Venezuela. Willian, escalado para o lugar do camisa 10, completou o placar.

Apagão

A partida foi interrompida por vinte minutos depois que um apagão deixou o estádio às escuras aos 28 minutos da segunda etapa. Enquanto as luzes não voltavam, torcedores locais protestaram contra o presidente do país, gritando “Fora, Maduro”. A Venezuela enfrenta uma dramática crise de escassez, que também atinge o fornecimento de energia.

O jogo

Assim como nas outras três partidas sob o comando de Tite, o Brasil marcou no início do jogo, desta vez aos 7 minutos. O goleiro Dani Hernández fez lambança e tocou a bola nos pés de Gabriel Jesus. O atacante brasileiro aproveitou o presente e tocou com muita categoria por cobertura, marcando um golaço. Foi o quarto do palmeirense em quatro jogos com titular da seleção.

Em vantagem, o Brasil claramente relaxou. Porém, mesmo sem jogar com a mesma intensidade de outras partidas sob o comando do Tite, continuou levando perigo ao gol da Venezuela. Aos 15 minutos, Gabriel Jesus ajeitou e Coutinho chutou de primeira. O goleiro defendeu. Aos 32, Paulinho roubou a bola no meio de campo, tabelou com Jesus e chutou rente à trave.

Limitada, a seleção venezuelana só assustava em algumas jogadas aéreas e nas arrancadas de Peñaranda. Na melhor chance da equipe da casa no primeiro tempo, o atacante de cabelo oxigenado de 19 anos disparou pela esquerda, passou por dois brasileiros, mas, quase sem ângulo, chutou fraco para o gol.

Depois do intervalo, o Brasil voltou melhor, pressionando a Venezuela. A estratégia logo deu resultado: Renato Augusto fez boa jogada dentro da área e conseguiu espaço para cruzar rasteiro. Willian apareceu pela direita e escorou de primeira, no canto alto, marcando o segundo da seleção.

Aos 17 minutos, Gabriel Jesus teve a chance de marcar o seu segundo. Coutinho deixou o atacante de frente para o gol, mas o camisa 9 chutou em cima de Dani Hernández. Após o apagão, o jogo ficou aberto. A Venezuela se jogou à frente e perdeu boas chances. Na melhor delas, Alisson fez grande defesa em cabeçada de Rondón. O Brasil, por sua vez, aproveitava os espaços para contra-atacar.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    Vitória mixuruca!

    Curtir